América vacila em casa, empata com o Atlético-GO e fica estacionado na tabela do Brasileirão

Depois de duas vitórias, o América voltou a tropeçar no Brasileirão. Nesta quarta-feira, a equipe não conseguiu usar o mando de campo como um trunfo e empatou com o Atlético-GO, por 0 a 0, no Independência.

Embora o empate em casa possa ser considerado frustrante, o América se aproximou de alcançar o principal objetivo no Campeonato Brasileiro. A equipe atingiu 45 pontos. De acordo com o departamento de matemática da UFMG, a chance de rebaixamento para a Série B com essa pontuação é de 10,2%.

Ainda restam cinco rodadas para o Coelho eliminar qualquer possibilidade de queda para a Segunda Divisão e ainda confirmar uma vaga em competições sul-americanas. O time segue na nona colocação.

O Brasileirão dá seis vagas para a Copa Libertadores, mas é provável que sejam abertas outras três, com os campeões da própria Libertadores, da Copa Sul-Americana e da Copa do Brasil.

Na próxima rodada, o adversário do América será o Fluminense. O duelo será disputado no Maracanã, no domingo (21), às 17h.

Primeiro empate com novo comandante

Este foi o primeiro empate do Coelho sob o comando de Marquinhos Santos. Até aqui, o treinador tinha uma derrota, diante do líder Atlético, e quatro vitórias, sobre Santos, Fortaleza, Sport e Grêmio.

Mais uma vez, Ademir foi o principal destaque ofensivo do América, criando jogadas pela ponta direita. Porém, foi o lateral-esquerdo Marlon quem esteve mais perto de balançar as redes.

Aos 35 minutos do segundo tempo, o camisa 66, de pé direito, arriscou de fora da área e acertou a trave. No rebote, Rodolfo finalizou para fora.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA 0 X 0 ATLÉTICO-GO

AMÉRICA

Matheus Cavichioli; Patric (Anderson), Bauermann, Ricardo Silva e Marlon; Lucas Kal, Juninho (Marcelo Toscano) e Alê (Ribamar); Ademir, Zárate (Juninho Valoura) e Felipe Azevedo (Rodolfo)

Técnico: Marquinhos Santos

ATLÉTICO-GO

Fernando Miguel; Dudu (Arnaldo), Éder, Pedro Henrique e Igor Cariús (Jefferson); Willian Maranhão, Marlon Freitas e João Paulo (Rickson); Janderson, Montenegro (Zé Roberto) e Ronald (Toró)

Técnico: Marcelo Cabo

DATA: 17 de novembro de 2021 (quarta-feira)

LOCAL: Independência

CIDADE: Belo Horizonte

MOTIVO: 33ª rodada do Campeonato Brasileiro

ARBITRAGEM: Leandro Pedro Vuaden, auxiliado por Jorge Eduardo Bernardi e José Eduardo Calza, todos gaúchos

VAR: Rodrigo Nunes de Sá (VAR Fifa/RJ)

CARTÕES AMARELOS: Juninho Valoura (América) e Igor Cariús (Atlético-GO)

PÚBLICO: 2.955

RENDA: R$ 27.182,50

 

Fonte:Hoje em Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.