Artilheiro da era Luxemburgo, Giovanni revela assédio de outros clubes, mas aguarda Cruzeiro

Meia da Raposa tem cinco gols, todos com o atual técnico, e contrato até o fim do ano

Com a chegada de Vanderlei Luxemburgo ao Cruzeiro, não só veio o primeiro gol para Giovanni com a camisa celeste, como também outros (cinco, no total), o que fizeram ser o artilheiro do time na terceira passagem do vitorioso treinador. Destaque com Luxa, Giovanni, entretanto, ainda é incerteza para o Cruzeiro de 2022.

Com contrato até o fim da temporada, o jogador revelou, em entrevista ao ge, que recebeu contato de outros clubes para 2022. Entretanto, ainda não se decidiu sobre o futuro, já que aguarda um contato do Cruzeiro.

– Sim (já tive procura de outros clubes). Meu agente já passou situações para mim. Mas ainda não tomamos nenhuma decisão. Vou esperar acabar a temporada e ver o que é melhor para mim. Ver se vai ter esse convite do Cruzeiro de renovação. Vou estudar direitinho e ver o que é melhor para a minha família.

Assim como em entrevista anterior, Giovanni disse que quer ficar no Cruzeiro para 2022. Segundo ele, para vir ao clube, abriu “mão de algumas coisas” no Coritiba.

– Meu desejo é ficar. Quando vim para o Cruzeiro, quando sai do Coritiba, abri mão de algumas coisas para estar aqui. Sempre vi o Cruzeiro como um dos maiores clubes do Brasil. Não pensei duas vezes para vir. Ainda não fui procurado pelo clube. Nem meu agente. Vou continuar com a forma de jogar. O único de jeito de conseguir a renovação é jogando bem. Fazendo isso, tendo bom desempenho, estarei mais próximo da renovação.

Giovanni comemora gol pelo Cruzeiro — Foto: Divulgação/ Mineirão

Giovanni comemora gol pelo Cruzeiro — Foto: Divulgação/ Mineirão

Foi com Luxemburgo que Giovanni marcou seu primeiro gol pelo Cruzeiro (na estreia do treinador durante a vitória por 2 a 1 sobre o Brusque, fora de casa). Depois, o jogador marcou diante do Vitória, Coritiba, Vila Nova e, de novo, mas no segundo turno, diante do Brusque.

– Estou muito feliz com esse momento individual que venho vivendo. Desde quando o Vanderlei chegou, ele me deu muita confiança nas ações, tanto na armação ou vindo mais de trás. Tudo que faço dentro de campo, tenho muita confiança do treinador. Isso ajuda bastante. Comecei a fazer, as coisas começaram a dar certo. Creio que foi a temporada que mais fiz gols na carreira. Estou muito feliz pelo desempenho.

Fonte:ge.globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.