Contra o Athletico-PR, Galo espera encerrar jejum fora de casa e ficar mais perto do título

Dentro de casa, uma campanha quase impecável no Brasileiro, com 89,58% de aproveitamento. Fora, o Atlético também vem tendo um bom desempenho no campeonato: 55,56%. Mas mesmo sendo um dos melhores visitantes, até agora, o Alvinegro não ganha longe de seus domínios, na Série A, há mais de dois meses, jejum que o time mineiro vai tentar findar nesta terça-feira (16), ás 16h, diante do Athletico-PR, na Arena da Baixada, pela 33ª rodada.

O último triunfo do Galo na casa de um oponente na competição ocorreu no dia 12 de setembro, quando aplicou 2 a 0 sobre o Fortaleza, no Castelão. De lá para cá, a equipe comandada por Cuca disputou quatro partidas como visitante na Primeira Divisão: foram dois empates, com São Paulo (0 a 0) e Chapecoense (2 x 2), e duas derrotas, para Atlético-GO (2 x 1) e Flamengo (1 x 0).

Já a vitória mais recente longe de BH na temporada foi em 27 de outubro, só que pelas semifinais da Copa do Brasil, de novo diante do Fortaleza.

Vencer nesta terça seria importante não apenas para quebrar esse tabu no Brasileirão como também ficar mais próximo da taça de campeão. Pela frente, o adversário na vindoura final da Copa do Brasil, o Athletico-PR, que não vem tendo um desempenho tão positivo assim na Arena da Baixada.

Como mandante, o Furacão possui 52,08% de aproveitamento, graças a sete vitórias, quatro empates e cinco derrotas.

Passado e futuro

Os dois times se enfrentaram uma vez nesta temporada. Em 1° de agosto, no Mineirão, o Galo venceu por 2 a 0, com gols do atacante Vargas e do meio-campista Neto, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O confronto desta terça-feira não será o último do ano envolvendo Atlético e Athletico-PR, finalistas da Copa do Brasil. As equipes decidem o título nos dias 12 e 15, em jogos, respectivamente, a serem realizados no Gigante da Pampulha e na Arena da Baixada.

Os dois buscam o bi da competição mata-mata. O Galo foi campeão em 2014, e o Furacão, em 2019. Antes, vão travar um duelo com ares de decisão para o Galo, que busca o título do Brasileirão, após 50 anos desde a primeira e, até então, única conquista.

 

Fonte: Hoje em Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.