Luxemburgo, Fábio, renovações e diretor de futebol: os planos do Cruzeiro para 2022

Alexandre Mattos ainda é um nome que está na mira da diretoria celeste; presidente do Cruzeiro responde sobre planejamento para a próxima temporada cruzeirense

Na reta final da Série B, mas já pensando em 2022. Perto de concretizar o terceiro ano seguida na Segunda Divisão, o Cruzeiro planeja a próxima temporada, pensando na manutenção de Vanderlei Luxemburgo e do capitão e ídolo Fábio. Em entrevista à Globo, o presidente da Raposa, Sérgio Santos Rodrigues, comentou sobre o planejamento.

As conversas com Luxemburgo foram iniciadas, mas serão intensificadas após as chances de rebaixamento e acesso terminarem. O treinador quer continuar na Raposa, mas cobra uma estabilidade extracampo, principalmente com os salários em dia.

– Falo com ele sempre, estivemos juntos domingo, fomos pra final do Sub-20, o tempo inteiro a gente está falando. Ele é muito entusiasta e, até por isso, ele quis ir lá assistir. Então, já tem em mente quem quer utilizar ano que vem.

– A grande questão que estamos esperando agora é que como em dezembro os contratos migram para SAF não faz sentido renovar com ele, e ele tem contrato até dezembro. Então nem tenho que renovar agora, tenho que esperar a constituição da nova empresa, já fazer o contrato dele na nova empresa. A gente já tá bem conversado e tem muita ideia para o ano que vem – completou o presidente do Cruzeiro.

Fábio

O capitão e goleiro cruzeirense ainda tem futuro indefinido. O contrato vai até o fim do ano. As conversas com o clube já foram iniciadas, mas, com o estabelecimento da greve dos jogadores, a negociação ficou estagnada. O Cruzeiro tenta chegar a um meio termo orçamentário com o jogador.

– Eu conversei com o Fábio, deve ter talvez um mês ou dois, a gente começou a falar sobre isso. Tem jogado, é um atleta que todo mundo gosta muito dele, estamos com uma coisa na mesa que precisa ser factível pro nosso orçamento e tal. Então a gente está conversando e é claro que a gente quer, como falar que não, é mais uma questão de sentar atualmente e definir agora.

Diretor de futebol

Na temporada, o Cruzeiro teve dois diretores de futebol: André Mazzuco (hoje no Santos) e Rodrigo Pastana (deixou o clube em outubro, após pedido do patrocinador). Hoje, o clube está sem um profissional no cargo e também sem um gerente de futebol, após a saída de Pedro Moreira.

– O Vanderlei tem essa característica de manager, é uma coisa que ele gosta de fazer. Mas nosso objetivo é ter, sim, um diretor de futebol. A gente só não tá com aquela pressa de pegar alguém correndo para ajudar a tocar, porque a gente tá vendo que as coisas estão evoluindo. Como falei, essas conversas para 2022, essas renovações de contrato dos meninos da base, tudo está caminhando bem. Mas a nossa ideia, é sim, ter um diretor de futebol.

Durante a temporada, o nome de Alexandre Mattos foi levantado pelo Cruzeiro e procurado pela diretoria. Mas não houve acordo. O nome é o preferido do principal investidor do clube, Pedro Lourenço, e continua na mira da Raposa.

Durante a viagem pela Europa para realizar um curso no Real Madrid e também para uma palestra sobre desafios de gestão, Sérgio Rodrigues manteve contato com o diretor de futebol. Entretanto, Mattos ainda tem compromissos nos Estados Unidos e não definiu seu futuro. No momento, é difícil que ele volte para trabalhar no Cruzeiro.

Enquanto não contrata, as funções têm sido divididas por André Argolo (diretor de esportes), Claudiomir Rates (supervisor de futebol), Vanderlei Luxemburgo, Ricardo Rocha e o próprio presidente.

– A gente tem caminhado bem nesse sentido, o Luxemburgo, o Ricardo Rocha, nós temos o André Argolo que é nosso diretor (de esportes) que está ficando aqui também e está nos ajudando nisso, acompanha o futebol quando eu não tô. Nós quatro junto com o Claudiomir (Rates, supervisor de futebol), que é nosso supervisor, nós 5 temos tocado as operações aqui – disse Sérgio Rodrigues.

Henrique

O volante do Cruzeiro vem ainda se recuperando de cirurgia no joelho direito. Tem contrato até o fim do ano, assim como uma parte do elenco cruzeirense. Sérgio Rodrigues foi questionado sobre a situação do jogador, mas evitou comentar sobre o histórico jogador da Raposa.

– Se a gente for falar, vamos falar de um por um e aí é besteira. Estou discutindo planejamento com o Vanderlei, tenho que entender quem ele vai querer, como as coisas vão caminhar. O Fábio já foi publicizado, vamos tratar caso a caso e vamos ouvir o técnico. Não adianta eu querer renovar e o técnico não quiser escalar. Por isso que tem que ser um conjunto, vai sentar Ricardo Rocha, Vanderlei, eles analisam quantos meninos vão subir, quantos nós temos nessa posição. Porque às vezes, conforme for, vou contratar alguém para inibir a chegada de um menino que eu confio? Planejamento todo depende disso.

Vitor Leque

Um dos jogadores que ganhou destaque nas últimas rodadas foi o jovem atacante Vitor Leque. Contratado inicialmente para o Sub-20, ele tem contrato de empréstimo com o Cruzeiro (foi cedido pelo Atlético-GO) até o fim do ano.

Vítor Leque; Cruzeiro — Foto: Rodolfo Rodrigues

Vítor Leque; Cruzeiro — Foto: Rodolfo Rodrigues

Em entrevista a Globo, Sérgio Rodrigues disse que “com certeza” vai buscar adquirir o atleta definitivamente. No contrato de empréstimo, há um valor fixado de R$ 700 mil para comprar 50% dos direitos econômicos do jogador.

Fonte:ge.globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.