Blog do Futebol Mineiro: América-MG compete, mas melhora do ataque passa por parceiro de Zárate

Quem vai jogar com ele? Comentarista analisa as opções do Coelho para atuar com argentino

“Eu tô tentando encaixar um jogador que entenda o estilo de jogo do Mauro (Zárate). É importante que a gente tenha ali um atleta que ataque o espaço, que entenda aquela bola que deve chegar, porque o Mauro, nesses últimos jogos, já mostrou pra gente que tem uma bola especial, aquele último passe”.

Foi assim que Vagner Mancini respondeu a pergunta sobre a utilização de Fabrício Daniel como centroavante contra o Flamengo. A pergunta era sobre Fabrício, mas o treinador do América-MG sentiu que precisava demarcar o espaço que Mauro Zárate já tem no time: titular absoluto, em busca de um companheiro ideal na frente. Mancini está certo.

Zárate chegou em ótimo nível físico, antecipou sua estreia e já se mostra capaz de atuar por um jogo inteiro. Contra o São Paulo, saiu praticamente nos acréscimos. Oscila fisicamente nos jogos? Sim, é natural. Mas é o tipo de jogador que em um lampejo, uma bola, abre caminhos para a conquista de pontos, e Vágner Mancini já percebeu isso.

Quando o treinador americano fala sobre encontrar um atleta que entenda o estilo de jogo do argentino, que “ataque o espaço”, ele fala sobre jogar com uma referência, sim, que esteja lá para a definição das jogadas.

Essa peça, por vezes, também pode aprofundar para prender a linha defensiva adversária (e gerar espaço para o próprio Zárate circular com mais liberdade), mas que também saiba cuidar do posicionamento dos defensores adversários. Isso a fim de se movimentar no sentido de receber o passe no “ponto futuro”, onde o argentino costuma encontrar os companheiros em condição.

Fonte:ge.globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.