Cruzeiro inicia returno em busca de 72% dos pontos para atingir média histórica de acesso

Levando em consideração as 15 edições no atual modelo de disputa, contagem de acesso gira em torno de 62 pontos; Raposa precisa de 41 no returno

 

O Cruzeiro inicia o returno bem perto da zona de rebaixamento da Série B. Assim como ano passado. Mas o discurso é diferente. Se Felipão, em 2020, falava em luta contra a Série C, Vanderlei Luxemburgo é bem claro: vai trabalhar pelo acesso. Para isso, o time vai precisar de uma campanha de líder no segundo turno da competição.

Mesmo sem perder nas últimas cinco rodadas do primeiro turno, o Cruzeiro fechou a primeira metade da competição com apenas 21 pontos, em 14º lugar. Para atingir a média de pontuação que garante acesso às equipes, a campanha terá de ser praticamente duas vezes melhor que a do turno

Levando em consideração a Série B disputada por pontos corridos e com 20 equipes – o que ocorre ininterruptamente desde 2006 –, a média para conseguir terminar em quarto lugar da competição é conquistar 62 pontos.

Portanto, o Cruzeiro precisaria conquistar 41 dos 57 possíveis no segundo turno, o que corresponde a 72% de aproveitamento. Números superiores ao do Coritiba, que finalizou o primeiro turno na liderança (36 pontos e 63,2% de aproveitamento).

Para isso, o Cruzeiro precisaria de uma combinação de 13 vitórias e dois empates, por exemplo. Ainda assim, chegaria a 17 vitórias, podendo ter problemas em caso de empate de pontuação. Em 15 edições da Série B com 20 equipes, apenas três vezes um time subiu com 17 triunfos ou menos.

O que serve de consolo para o torcedor do Cruzeiro é que o time conseguiu um aproveitamento próximo do necessário no segundo turno, desde que Vanderlei Luxemburgo assumiu: 66,6% em quatro partidas, com dois empates e duas vitórias.

Pontuação para acesso nos pontos corridos da Série B

Ano Equipe que ficou em 4º Pontuação Vitórias
2006 América-RN 61 pontos 19
2007 Vitória 59 pontos 18
2008 Grêmio Barueri 63 pontos 20
2009 Atlético-GO 65 pontos 20
2010 América-MG 63 pontos 19
2011 Sport 61 pontos 17
2012 Vitória 71 pontos 21
2013 Figueirense 60 pontos 18
2014 Avaí 62 pontos 18
2015 América-MG 65 pontos 19
2016 Bahia 63 pontos 18
2017 Paraná 64 pontos 18
2018 Goiás 60 pontos 18
2019 Atlético-GO 62 pontos 15
2020 Cuiabá 61 pontos 17

Lembrando que os 62 pontos são uma média, levando em consideração as 15 últimas edições da Série B. A pontuação não é garantia de acesso. Em sete oportunidades, equipes com 62 pontos não conseguiriam vaga na elite nacional.

O primeiro dos passos em busca da pontuação para chegar à primeira divisão será diante do Confiança, nesta sexta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Mineirão. O duelo marcará o reencontro do Cruzeiro com o torcedor, o que não ocorre desde março do ano passado.

Fonte:ge.globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.