Cuca cita Covid-19 e parte física para queda de Nacho e vê jogador em recuperação

Contratado sob muita expectativa em fevereiro, junto ao River Plate, da Argentina, o meia Nacho Fernández rapidamente se tornou um dos principais jogadores do Atlético.

Principal organizador de jogadas, o argentino também tem contribuído com gols e assistências, sendo peça essencial para as boas campanhas que o Galo tem feito na temporada.

Entretanto, o jogador caiu de rendimento nos últimos jogos, tendo dificuldade de repetir o mesmo futebol dos primeiros meses de Alvinegro.

Em entrevista coletiva após a vitória por 2 a 1 sobre o Juventude, nesse domingo (8), em Caxias do Sul, o técnico Cuca admitiu que o meio-campista não vive seu melhor momento e citou a parte física como fator determinante para tal.

“Eu também vejo assim (que Nacho não está rendendo o mesmo de quando chegou ao Galo), mas o que tem que se fazer é dar continuidade. No último jogo, ele jogou meio tempo. Ele está voltando de um processo de Covid-19, teve uma lesão. É um jogador leve, que precisa estar 100% (fisicamente) par render tudo que pode”, disse o comandante.

Recuperação

O problema físico que o treinador citou ocorreu no início de julho, quando Nacho teve um estiramento na coxa esquerda.

Semanas antes, Fernández, assim como outros jogadores do Atlético, havia sido contaminado pelo coronavírus.

Apesar de admitir a queda de rendimento de seu principal meio-campista, Cuca mostrou otimismo em relação à evolução do desempenho do argentino.

“Ele faz (corre) onze quilômetros por jogo, em alta intensidade, fazendo diagonais. Ele está em evolução. Hoje, está desgastado, cansou. Temos que recuperar o jogador, mas sabendo que ele é um dos principais, se não o principal jogadores que temos”.

Mesmo ainda fora do ritmo ideal, Nacho Fernández foi decisivo para a vitória sobre o Juventude – que colocou o Galo na liderança do Brasileiro -, ao cobrar o escanteio para o zagueiro Nathan Silva desempatar o duelo nos acréscimos.

 

Fonte: Hoje em Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.