Com Vagner Mancini no comando, setor ofensivo do América tem média de dois gols por jogo

Se nas cinco primeiras rodadas do Brasileirão o América tinha balançado as redes apenas uma vez – na derrota por 2 a 1 para o Palmeiras, depois de quatro jogos sem marcar –, com Vagner Mancini no comando, o setor ofensivo do Coelho tem deixado de ser uma preocupação.

Nos quatro jogos sob a tutela do treinador, o time anotou oito gols, ou seja, dois por partida. Na teoria, uma média muito positiva. Na prática, é notório que a evolução da equipe nesse sentido se deu de forma gradativa.

Tanto contra o Juventude quanto diante do Internacional, ambos os duelos disputados no Independência, o Alviverde empatou em 1 a 1. Com um pouco mais de capricho nas finalizações, poderia ter saído de campo com resultados melhores, sobretudo ante o Colorado, em um confronto, é verdade, com atuação polêmica da arbitragem.

Mesmo assim, naqueles dois embates, o setor ofensivo começou a mostrar uma nova cara. Em termos de escalação, chamou atenção o fato de Mancini escalar dois centroavantes, Rodolfo e Ribamar. Deu certo!

“Nunca tive dúvida que poderiam jogar juntos. O Rodolfo, em sua origem, é jogador de lado de campo, fez muito isso na base, no Capivariano, no Mirassol… Ele, na beirada do campo, e o Ribamar, prendendo a bola, têm me chamado atenção. Não tenho dúvida de qualquer atleta pode atuar com qualquer outro, desde que cada um entenda a característica do outro e aquilo que vem sendo desenhado em termos de estratégia de jogo”, comentou o treinador.

Nos duelos mais recentes, o setor ofensivo apresentou seus melhores resultados, com os triunfos sobre o Bahia, por 4 a 3, no Pituaçu, e o Santos, por 2 a 0, no Horto.

Nesse período de quatro confrontos com Mancini, anotaram gols pelo Coelho: Juninho Valoura (2), Ribamar (2), Juninho, Felipe Azevedo, João Paulo e Carlos Alberto.

E o treinador espera que o América continue com essa entrega. “É o que a gente exige do atleta, não só nos jogos, como também nos treinamentos. (…) A euforia não vai tomar conta, porque estamos aqui para conter isso. Mas é importante que a gente acredite no que está sendo feito para que o torcedor também possa acreditar”, disse.

O próximo desafio do Coelho será contra o Fortaleza, na quarta-feira (7), às 18h, no Castelão, pela décima rodada do Brasileiro.

Fonte: Hoje em Dia

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.