Nacho e Zaracho brilham, e Galo goleia e sobe para o quinto lugar do Brasileirão

Será que agora vai?”. Essa indagação, acompanhada de uma boa dose de otimismo e pitadas de confiança, deve estar hospedada na mente de vários torcedores do Galo. Após estrear no Brasileirão com derrota para o Fortaleza, o Atlético emplacou uma série vitoriosa sobre Sport, São Paulo e Inter, antes de amargar uma sequência de três jogos sem triunfo (empate com a Chapecoense e reveses para Ceará e Santos), o que esfriou a expectativa da Massa. Só que, nesta quinta-feira (1), no Mineirão, o Alvinegro voltou a colocar um sorriso no rosto de quem é apaixonado pelo clube, ao golear o Atlético-GO, por 4 a 1, pela oitava rodada.

Em uma noite de gala do time mineiro, a estrela dos argentinos brilhou mais forte: os gols foram marcados por Zaracho (2) e Nacho (2). Marlon Freitas anotou o de honra do Dragão.

A melhor apresentação dos comandados do técnico Cuca na competição representou a primeira vez que o Galo anotou mais de um gol (no caso, quatro) em uma partida desta edição do torneio. Justamente em cima da então melhor defesa do campeonato: a equipe goiana havia sofrido apenas três tentos anteriormente e, só nesta quinta, levou mais quatro.

Com o resultado, o Alvinegro chegou ao quinto lugar, com 13 pontos, cinco a menos que o líder Bragantino. No domingo (4), às 18h15, o desafio será contra o Cuiabá, na Arena Pantanal.

Escalação

O Atlético teve várias mudanças em relação ao revés para o Santos. Na defesa, Igor Rabello voltou a ser titular, Mariano ganhou a vaga de Guga na direita, e Tchê Tchê atuou improvisado na lateral esquerda, já que Arana teve que cumprir suspensão, e Dodô está machucado.

No meio-campo, Zaracho entrou no lugar de Allan, expulso no último duelo, e Nacho regressou, após ficar livre da Covid-19, mesmo motivo que possibilitou Marrony de jogar no ataque, ocupando a lacuna deixada por Keno, com uma lesão na coxa esquerda. Savarino também figurou entre os 11, depois de servir a seleção da Venezuela.

O jogo

O Atlético fez um primeiro tempo quase perfeito. Com assistências de Hulk e Marrony, Zaracho marcou duas vezes, aos 26 e aos 37. Depois, aos 41, foi a vez de outro argentino, Nacho, aproveitar o passe de Savarino para anotar o terceiro do Galo. No finalzinho, aos 45, o Alvinegro bobeou e sofreu um gol de Marlon Freitas.

Na segunda etapa, Nacho aproveitou a assistência de Hulk para ampliar, aos 43, e garantir a goleada alvinegra. E será que agora vai?

A FICHA DO JOGO

ATLÉTICO 4
Everson; Mariana, Igor Rabello, Réver e Tchê Tchê; Jair, Zaracho (Neto) e Nacho Fernández (Calebe); Savarino (Nathan), Marrony (Hyoran) e Hulk (Felipe Felício). Técnico: Cuca

ATLÉTICO-GO 1
Fernando Miguel; Dudu (Arnaldo), Oliveira, Eder e Igor Cariús (André Luís); Marlon Freitas, Willian Maranhão e Arthur Gomes (Baralhas) e Janderson (Pablo Dyego); Zé Roberto (Lucão) e Natanael. Técnico: Eduardo Barroca

DATA: 1º de julho de 2021
ESTÁDIO: Mineirão
CIDADE: Belo Horizonte
MOTIVO: 8ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro
ARBITRAGEM: Flávio Rodrigues de Souza, auxiliado por Neuza Ines Back e Anderson José de Moraes Coelho, todos de São Paulo
VAR: José Cláudio Rocha Filho (SP)
CARTÕES AMARELOS: Natanael, Janderson (Atlético-GO)
GOLS: Zaracho aos 26 minutos e aos 37, Nacho aos 41 e Marlon Freitas aos 45 do primeiro tempo; Nacho aos 43 do segundo tempo

 

Fonte: Hoje em Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.