Cruzeiro sai da terceira melhor defesa da Série B 2020 para a mais vazada da edição atual

A campanha do Cruzeiro na Série B do Campeonato Brasileiro de 2020 foi frustrante. Com uma caminhada bastante irregular, a Raposa terminou a disputa na 11ª posição, a doze pontos do G-4. Entretanto, apesar do fracasso no objetivo de voltar a Série A, o sistema defensivo do time celeste se destacou. Com 32 gols sofridos em 38 jogos, a retaguarda da equipe estrelada só teve rendimento o aquém das de Chapecoense e América, campeão e vice da competição.

Passados alguns meses, o início de trajetória na atual edição da Série B vem apresentando uma situação oposta. Vazada 13 vezes em sete jogos, a defesa azul é a pior da competição, ao lado do CRB. Se no Brasileiro passado a média de gols sofridos por jogo foi de 0,84, o número subiu para 1,85, atualmente.

O dado deixa claro um desequilíbrio na equipe, já que o ataque é o segundo mais positivo do torneio, com dez tentos anotados.

Na maior parte do campeonato de 2020, a dupla de zaga da Raposa foi formada por Manoel e Ramon. O primeiro deixou o clube em abril, enquanto o primeiro continua como titular.

Neste primeiro semestre, várias peças foram testadas no setor, sem ainda se firmar. Seja por falta de oportunidades ou pelo rendimento ruim.

No momento, o Cruzeiro tem os seguintes zagueiros no elenco: Rhodolfo, Weverton, Paulo, Joseph, Eduardo Brock (lesionado), além do próprio Ramon. O primeiro foi contratado no final da semana passada e ainda não estreou com a camisa celeste.

Falhas individuais

Assim como na maior parte das partidas do campeonato, o Cruzeiro voltou a sofrer com falhas individuais na derrota por 2 a 1 para o CSA, nesse domingo (27), em Maceió. Diante do Azulão, os zagueiros Weverton e Joseph erraram e viram o atacante Iury marcar dois gols e virar a partida.

Após o confronto no Rei Pelé, o técnico Mozart  – que viu a equipe sofrer seis gols nos cinco jogos que esteve no comando – analisou o rendimento do sistema defensivo da Raposa.

“Eu sou um cara que mais fico p… da vida quando sofre gol, pode ter certeza disso. Eu, como treinador, tenho que buscar soluções. Nós vamos trabalhar, pode ter certeza de que toda sessão de treino que tiver chance de treinar defensivamente, vamos treinar. Estamos treinando, tentando ajustar o que tiver para ajustar, buscar o melhor sistema para realmente estar mais protegido. Mas, realmente, estamos tomando muito gol e precisamos corrigir e só corrige com treinamento, ajustando, com vídeo, todas as ferramentas que tiver para melhorar, nós estamos fazendo. E, a partir de quarta-feira, espero que a gente não tome mais gol. Normalmente, minha equipe é uma equipe que não passa sem fazer gol. Então, nós vamos buscar soluções para resolver o problema e não tomar mais gol”, completou o treinador.

Ainda sem Brock, com Ramon suspenso, e Rhodolfo sem o condicionamento físico ideal, Mozart deve ter apenas Joseph, Weverton e Paulo como zagueiros de ofício para o duelo com o Guarani, próxima quarta-feira (30), às 19h, no Mineirão, pela oitava rodada da Série B.

 

Fonte: Hoje em Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.