América empata com Juventude, segue sem vencer na Série A e pode terminar rodada na lanterna

O América voltou a marcar gol no Estádio Independência, o que não conseguia desde a partida de volta pelas semifinais do Campeonato Mineiro, quando fez 3 a 1 no Cruzeiro, um pênalti foi convertido pelo time, numa cobrança de Juninho Lavoura, mas o resultado da partida diante do Juventude, nesta quinta-feira (24), no Independência, pela sexta rodada da Série A, foi péssimo. Isso porque o 1 a 1 com os gaúchos manteve o Coelho sem vencer na competição e integrando a zona de rebaixamento.

O jogo marcou a estreia do técnico Vágner Mancini, que assumiu a equipe no lugar de Lisca. E ficou evidente que o pouco tempo de trabalho não foi suficiente para uma mudança de postura.

O América segue com muitas dificuldades na criação de jogadas e cometendo erros defensivos. E foi num deles que o Juventude abriu o placar, aos 35 minutos do primeiro tempo.

Paulinho Bóia puxou um contra-ataque e quando invadiu a área foi derrubado pelo zagueiro Ricardo Silva. Matheus Peixoto fez a cobrança e abriu o placar para a equipe gaúcha.

Na segunda etapa, Mancini tentou dar mais poder ofensivo ao seu time com mudanças, mas o efeito não foi o desejado. A coisa parecia ainda mais complicada aos 28 minutos, quando Ricardo Silva recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso.

Mas o América conseguiu pelo menos a igualdade. Aos 37 minutos, Ribamar foi derrubado na área por Didi. Juninho Valoura cobrou forte, no canto esquerdo de Marcelo Carné, e decretou o fim do trauma americano com as penalidades.

Agora, o trauma do Coelho é não conseguir vencer na Série A do Campeonato Brasileiro. E o clube pode terminar esta sexta rodada na lanterna, caso o Grêmio vença o Santos, às 21h30, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

O América busca sua primeira vitória neste Brasileirão no próximo domingo, quando recebe o Internacional, às 20h30, no Independência.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA 1
Jori; Eduardo, Ricardo Silva, Anderson Jesus e Alan Ruschel (Ramon); Zé Ricardo (Marcelo Toscano), Juninho Valoura, Juninho (Lucas Kal) e Geovane (Bruno Nazário); Rodolfo (Felipe Azevedo) e Ribamar. Técnico: Vagner Mancini

JUVENTUDE 1
Marcelo Carné; Michel Macedo, Vitor Mendes, Rafael Forster (Didi) e William Matheus; Elton, Matheus Jesus e Wescley (Chico); Paulinho Bóia (Capixaba), Marcos Vinícius (Bruninho) e Matheus Peixoto (Fernando Pacheco). Técnico: Marquinhos Santos

DATA: 24 de junho de 2021
ESTÁDIO: Independência
CIDADE: Belo Horizonte
MOTIVO: 6ª rodada do Campeonato Brasileiro
GOLS: Matheus Peixoto, aos 35 minutos do primeiro tempo; Juninho Valoura, aos 38 minutos do segundo tempo
ARBITRAGEM: Wagner do Nascimento Magalhaes, auxiliado por Thiago Henrique Neto Correa Farinha e Lilian da Silva Fernandes Bruno. Trio do Rio de Janeiro
VAR: Diogo Carvalho Silva (RJ)
CARTÃO VERMELHO: Ricardo Silva (América)
CARTÃO AMARELO: Bruno Nazário (América); Elton e Paulinho Bóis (Juventude)

Fonte: Hoje em Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.