Mesmo com ausências, sistema defensivo do Atlético ganha consistência com Cuca

O setor defensivo do Atlético tem sido um ponto forte da equipe nos últimos duelos. Além de números positivos em meio a desfalques no setor, alguns atletas têm apresentado um crescimento individual durante o período. E mesmo diante de convocações para as Eliminatórias, Copa América e Seleção Olímpica, além de contaminação por Covid-19, o técnico Cuca se viu inserido em cenário de oportunidades para outros jogadores, que deram conta do recado.

Desde as primeiras ausências por convocação, o Atlético fez cinco partidas e sofreu apenas um gol. Sob o comando de Cuca em 2021, o Galo disputou 23 jogos e sofreu 13 gols, uma média de 1,76 por confronto. Por conta de convocações a seleções, o Atlético chegou a jogar sem três titulares na linha defensiva: Alonso, Arana e Guga. Dos três, apenas o zagueiro paraguaio segue fora.

Com as ausências, Igor Rabello, antes muito questionado, se consolidou ao lado de Réver. Dodô e Mariano entraram e tiveram boas atuações. Mas a Covid tirou Rabello de cena, e Gabriel foi o escolhido para o confronto com o Internacional nessa quarta-feira (16). E o time, mais uma vez, não foi vazado.

Mas não só na primeira linha o Atlético tem tido evolução. O volante Allan, em outro momento também muito questionado pelo torcedor, vem fazendo boas exibições. Sob a tutela de Cuca, o camisa 29 se consolidou como primeiro volante ao lado de Tchê Tchê, deixando Jair e Zaracho brigando por fora por uma vaga no time.

Na temporada, o Atlético passou ileso em 15 dos 27 jogos disputados. Para Cuca, além do trabalho da comissão, a obediência do Atlético é um ponto a ser ressaltado.

“Tem uma dedicação de todos. Você não vê um time retrancado: vê um time que passa as linhas, que tem um posicionamento ideal, correto, que tem as coberturas. A gente fica muito feliz. Acho que 70% ou 80% dos times campeões brasileiros são os que têm melhor defesa, e estamos muito bem, sabendo nos posicionar bem”, avaliou o técnico.

 

Fonte: Hoje em Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.