Atlético busca melhorar desempenho fora do Brasil na Copa Libertadores

Em 37 partidas realizadas no exterior, alvinegro conquistou apenas dez vitórias

Líder isolado do Grupo H da Copa Libertadores, o Atlético poderá garantir a classificação às oitavas de final já na próxima quinta-feira. Para isso, precisará conquistar o resultado positivo contra o América de Cáli-COL, em Barranquilla, na Colômbia, e torcer por derrota do Deportivo La Guaira-VEN, contra o Cerro Porteño-PAR, na quarta-feira, na Venezuela. Uma vitória na Colômbia significará uma pequena melhora do aproveitamento do Galo em jogos fora do país no torneio continental.

Desde que estreou na Copa Libertadores, em 1972, o Atlético disputou 37 jogos fora do Brasil e soma o baixo aproveitamento de 36,9% dos pontos conquistados. Foram dez vitórias, 11 empates e 16 derrotas, com 41 gols marcados e 50 sofridos.
Apesar de ter disputado a competição em 1972, a primeira vitória fora do Brasil foi apenas em 1978, quando o alvinegro venceu o Palestino, do Chile, por 5 a 4. Os gols do Galo foram marcados por Ziza (2), Marcelo Oliveira, Serginho e Edgardo Fuentes, contra.
Na campanha vitoriosa em 2013, o Atlético conquistou duas vitórias em cinco jogos fora do Brasil: Arsenal-ARG, por 5 a 2, e The Strongest-BOL, por 2 a 1. Naquela edição, o Galo também bateu o São Paulo como visitante.
Na atual edição, o Atlético estreou com empate como visitante. O Galo ficou no 1 a 1 com o Deportivo La Guaira, na Venezuela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.