Notícias da Raposa: Derrota em Pouso Alegre faz Cruzeiro perder a vice-liderança do Campeonato Mineiro

Sem chance matemática de tomar a primeira colocação do Atlético, para pelo menos recuperar o segundo lugar, e jogar as semifinais por dois empates ou vitória e derrota pela mesma diferença de gols, a Raposa dependerá, além da vitória sobre o Patrocinense, de pelo menos um empate do América, que também no próximo domingo, às 16h, encara a URT, no Estádio Zama Maciel, em Patos de Minas.

Cáceres Cruzeiro Pouso Alegre 2021

O Pouso Alegre tirou o Cruzeiro da vice-liderança do Campeonato Mineiro e manteve suas chances de classificação às semifinais com a vitória por 1 a 0 neste domingo – Bruno Haddad/Cruzeiro

A terceira derrota cruzeirense no Campeonato Mineiro foi com um gol sofrido aos 45 minutos do primeiro tempo. Durante toda a etapa o time de Felipe Conceição deu muitas chances ao Pouso Alegre de trabalhar a bola longa e na última tentativa a equipe do Sul de Minas chegou ao 1 a 0.

Andrey fez grande lançamento para o centroavante Paulo Henrique, que correu livre, levou a melhor em dividida com Fábio fora da área, se machucou, mas mesmo assim, pulando numa perna só, conseguiu tocar a bola para a meta vazia.

No segundo tempo, o Cruzeiro partiu para a pressão. A partida aconteceu praticamente o tempo todo no campo de defesa do Pouso Alegre, algumas oportunidades foram criadas, mas pararam em boa atuação do goleiro Cairo.

Na tentativa de aumentar seu poderio ofensivo, Felipe Conceição trocou todo o seu ataque, lançando Stênio, Marcelo Moreno e Airton, nos lugares de Bruno José, Rafel Sóbis e Felipe Augusto, respectivamente, aos 18 minutos da etapa final. Depois, os meias Marco Antônio e Claudinho também entraram nas vagas dos volantes Matheus Barbosa e Matheus Neris.

O volume cruzeirense foi grande, a pressão também, mas a falta de gols segue atormentando o time cruzeirense, que balançou a rede adversária apenas oito vezes neste Campeonato Mineiro até agora, isso em dez rodadas, o que dá uma média de 0,80 por partida.

A FICHA DO JOGO

POUSO ALEGRE 1
Cairo; Lucas Rodrigues, Robson, Guilherme Paraíba e Charles; Leandro Salino, Arilson, Matheus Roldan e Andrey (Erick); Matheus Sousa (Danilo Balla) e Paulo Henrique (Johnny). Técnico: Emerson Ávila

CRUZEIRO 0
Fábio; Cáceres, Ramon, Weverton e Matheus Pereira; Matehus Neris (Claudinho), Matheus Barbosa (Marco Antônio) e Rômulo; Bruno José (Stênio), Rafael Sóbis (Marcelo Moreno) e Felipe Augusto (Airton). Técnico: Felipe Conceição.

DATA: 18 de abril de 2021
ESTÁDIO: Manduzão
CIDADE: Pouso Alegre
MOTIVO: 10ª rodada da fase classificatória do Módulo I do Campeonato Mineiro
GOL: Paulo Henrique, aos 45 minutos do primeiro tempo
ARBITRAGEM: Marco Aurélio Augusto Fazekas Ferreira, auxiliado por Frederico Soares Vilarinho e Magno Arantes Lira
CARTÃO AMARELO: Erick (Pouso Alegre); Rafael Sóbis, Marcelo Moreno, Marco Antônio (Cruzeiro)

Depois de enfrentar uma maratona de seis jogos em 17 dias, o Cruzeiro terá uma semana cheia para recuperar os jogadores e se preparar para um importante duelo no próximo fim de semana.

O próximo confronto da Raposa será no próximo domingo (25), às 16h, com o Patrocinense, no Mineirão, pela 11ª rodada do Campeonato Mineiro, a última da fase de classificação.

Com 17 pontos, na terceira colocação, a equipe celeste busca o triunfo para garantir a vaga na semifinal sem depender de outros resultados.

Com a folga no calendário, a comissão técnica optou em dar uma folga de dois dias aos jogadores, retomando as atividades na próxima quarta, em dois períodos, na Toca da Raposa II.

E o descanso vem em boa hora. Do dia 1º ao dia 18 de abril, o Cruzeiro entrou em campo seis vezes, tendo que fazer três viagens durante o período.

No período, conseguiu bom desempenho, com quatro vitórias, um empate e uma derrota, sofrida para o Pouso Alegre, por 1 a 0, no último domingo.

Sequência

A maratona celeste começou no dia 1º de abril, no empate em 0 a 0 com o Tombense, no Mineirão.

Três dias depois, a Raposa foi à Varginha e venceu o Boa Esporte por 1 a 0.

Em seguida, em partida em que foi visitante, bateu o Coimbra por 2 a 0, no Indedendência, no dia 7 de abril.

Quatro dias depois, o resultado mais expressivo dessa sequência. Jogando no Mineirão, os azuis venceram o Atlético por 1 a 0.

Embalado pela vitória no clássico, os comandados de Felipe Conceição foram à Natal, venceram o América-RN por 1 a 0, na última quarta, e garantiram vaga na terceira fase da Copa do Brasil.

Por fim, o revés para o Pouso Alegre, no Sul de Minas, que encerrou uma sequência de cinco jogos sem derrota do time estrelado.

Lucas Borges

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Você está sem internet no momento : - /