Sampaolli elogia Vargas e pede tempo de adaptação a Zaracho

Dois jogadores indicados por Jorge Sampaoli no Atlético-MG vivem momentos distintos no clube. O experiente atacante chileno Eduardo Vargas, de 31 anos, até por sua grande rodagem no futebol — já passou, além de seu país natal, pelo Brasil, Itália, Inglaterra, Espanha, Alemanha e México — não sofre tantos os impactos da adaptação mesmo tendo sido apresentado há pouco mais de um mês. Diferentemente do que acontece com o jovem argentino Matías Zaracho, que chegou antes à Cidade do Galo.

Contratação mais cara da história do Galo, o meia de 22 anos, que pela primeira vez deixa o seu país de origem — foi revelado pelo Racing (ARG) — ainda não apresentou o desempenho que o torcedor tanto espera. Isso, mesmo tendo anotado um gol com o uniforme atleticano na importante goleada em cima do Flamengo por 4 a 0, na primeira rodada do returno do Campeonato Brasileiro.

O que Sampaoli acha de Zaracho “Adaptação, ele precisa de tempo. Vem de um clube onde esteve durante sua vida toda. É a primeira vez que sai e é muito jovem”, justificou Sampaoli sobre Zaracho, apresentado no clube em 21 de outubro deste ano.

O camisa 15 do Atlético-MG já atuou nove vezes desde que chegou e começou como titular em seis oportunidades. Mesmo com a inconsistência de seu futebol, pelos motivos já explicados por Sampaoli, o próprio treinador dará chances para o jovem se ambientar mais ao futebol brasileiro e ao Galo. Ele precisa se cercar da família. Tem que conhecer o clube. Todos os jogadores que foram chegando no decorrer precisam de tempo. E esse tempo Matías [Zaracho] ainda não teve. Esperamos que ele consiga estabelecer uma conformidade com o lugar no qual pertence para render o que ele sempre pode. Jorge Sampaoli O que Sampaoli acha de Vargas Vargas fez até aqui três jogos pelo Atlético-MG, marcou um gol e deu uma assistência. Como foi infectado pela covid-19, acabou perdendo jogos importantes contra o Athletico-PR [partida atrasada do 1º turno], Ceará e Botafogo [ambas já pelo returno]. No jogo de sábado contra o Athletico-PR, Vargas, que é o primeiro chileno da história a jogar no Atlético-MG, chegou a marcar três gols, mas dois foram invalidados pela arbitragem por impedimento. Em sua estreia contra o Corinthians sofreu um pênalti não marcado pela arbitragem e deu assistência para o gol de Guilherme Arana.

Para o técnico Jorge Sampaoli, que já havia trabalhado com o atacante na seleção do Chile e na Universidad de Chile (CHI), o jogador tem profundo conhecimento do setor ofensivo. “Eduardo Vargas é um jogador que a gente conhece muito bem. E tem uma trajetória. Quando se adaptar ao que nós pretendemos, seguramente ajudará muito, porque é um jogador que tem hierarquia. Nos últimos tempos, perdeu um pouco de competitividade, mas, pelo que queremos aqui neste clube, é um jogador que veio para nos dar essa qualidade dentro da área”, disse o treinador alvinegro após a vitória por 1 a 0 sobre o Athletico-PR, na Arena da Baixada, em Curitiba. Contra o São Paulo, jogo marcado para esta quarta-feira (16), às 21h30, no Morumbi, o Galo, que segue à caça do líder Tricolor Paulista, contará com a experiência de Vargas no setor ofensivo para, quem sabe, arrancar ponto do primeiro colocado do Campeonato Brasileiro.

Da redação:uol

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.