Cruzeiro recebe Confiança e tenta ampliar boa sequência na Série B

Invicto há nove jogos e vindo de boa atuação contra a líder Chapecoense, time celeste entra em campo às 21h30 desta sexta, no Mineirão, pela 24ª rodada

A torcida do Cruzeiro ganhou um “choque” de ânimo com a boa atuação do time na vitória por 1 a 0 sobre a Chapecoense, líder da Série B, na última terça-feira, em Santa Catarina. A expectativa é que a postura seja mantida no duelo contra o Confiança, às 21h30 desta sexta-feira, no Mineirão, pela 24ª rodada. Em 15º lugar, com 28 pontos, o clube celeste tem chance de subir para 11º caso supere a equipe sergipana – 10ª colocada, com 32.

O técnico Luiz Felipe Scolari mantém os pés no chão e evita falar em acesso nas entrevistas coletivas. Segundo ele, o objetivo de momento da Raposa é se afastar do risco de rebaixamento e chegar o mais rápido possível a 45 pontos. Se até lá houver tempo hábil para brigar pelo retorno à primeira divisão, aí sim mudará o discurso.

Desde que assumiu o comando do Cruzeiro, Felipão acumulou quatro vitórias e três empates, com aproveitamento superior a 71%. Na 16ª rodada, o clube estava em penúltimo lugar, com 13 pontos – 14 a menos que a quarta colocada Ponte Preta. Hoje, a distância para o Juventude, que fecha o G4, é de nove pontos (37 a 28).

A sequência de nove partidas sem derrota e as escorregadas dos adversários renovam as esperanças dos cruzeirenses pelo acesso. Para o site Probabilidades no Futebol, do Departamento de Matemática da UFMG, quem atingir 63 pontos ao término da competição terá 96,3% de chance de ser promovido. O Cruzeiro, portanto, teria de somar 35 nas 15 rodadas finais (77,7%) – algo como 11 vitórias e dois empates.

Por essa façanha, a Raposa carece de melhora nas finalizações. Atualmente, o artilheiro do elenco na Série B é o atacante Airton, com quatro gols em 18 jogos. Em seguida vêm o zagueiro Manoel (três gols em 12 partidas) e o centroavante Marcelo Moreno (três gols em 18 partidas). Como comparação, Caio Dantas, do Sampaio Corrêa, anotou 15 tentos em 23 apresentações.

Quem começou bem a missão de aprimorar a pontaria foi Rafael Sobis, que converteu cobrança de falta contra a Chapecoense e garantiu o triunfo do Cruzeiro. O veterano de 35 anos deve ser mantido como referência no setor ofensivo ao lado de Airton e William Pottker.

No meio-campo, o jovem Adriano, de 21 anos, agradou a Scolari e seguirá no time. O mesmo vale para os zagueiros Ramon e Manoel, apesar do retorno de Cacá. Na lateral esquerda, existe a chance de Matheus Pereira entrar no lugar de Patrick Brey. Essa possibilidade só será confirmada (ou descartada) às 20h30, quando sairá oficialmente a escalação.

Já o Confiança, do técnico Daniel Paulista, conta com vários jogadores que passaram pelo futebol mineiro: o ex-cruzeirense Nirley e os ex-atleticanos Serginho, Matheus Mancini, Léo Griggio, Guilherme Castilho e Danilo Pires. Os grandes destaques do grupo azulino são os atacantes Reis e Renan Gorne. Cada um fez cinco gols na Série B.

CRUZEIRO X CONFIANÇA

CRUZEIRO

Fábio; Raúl Cáceres, Manoel, Ramon e Patrick Brey (Matheus Pereira); Adriano e Jadsom Silva; Airton, Régis e William Pottker; Rafael Sobis

Técnico: Luiz Felipe Scolari

CONFIANÇA

Rafael Santos; Thiago Ennes, Nirley, Matheus Mancini e Everton; Serginho, Rafael Vila, Guilherme Castilho e Ítalo; Renan Gorne e Reis

Técnico: Daniel Paulista

Motivo: 24ª rodada da Série B

Estádio: Mineirão

Data: sexta-feira, 27 de novembro de 2020

Horário: 21h30

Árbitro: Andrey da Silva e Silva (PA)

Assistentes: Bárbara Roberta da Costa Loiola e Luís Diego Nascimento Lopes (PA)

Acompanhe a partida pela Rádio Eldorado Am 1300

 

 

Superesportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.