Cruzeiro enfrenta Figueirense e busca vitória para se distanciar do Z4 da Série B

Equipes duelam nesta sexta-feira, às 21h30, no Mineirão, pela 22ª rodada

O Cruzeiro ainda alimenta remotas esperanças de acesso, mas entende que primeiramente precisa se distanciar da zona de rebaixamento. Por isso, é fundamental vencer o Figueirense no duelo desta sexta-feira, às 21h30, no Mineirão, pela 22ª rodada. Enquanto o time mineiro ocupa o 15º lugar, com 24 pontos, os catarinenses estão na zona de rebaixamento, em 18º, com 19.

Apesar da proximidade na classificação, as equipes vivem momentos distintos na Série B. O Cruzeiro tem 73,3% de aproveitamento desde a contratação do técnico Luiz Felipe Scolari, que alcançou três vitórias e dois empates em cinco partidas. O Figueirense, por sua vez, demitiu Elano após três derrotas seguidas e acertou com Jorginho, campeão da segunda divisão de 2011 com a Portuguesa.

Mesmo com o bom início sob o comando de Felipão, o Cruzeiro praticamente não saiu do lugar em relação à briga pelo acesso. Na 16ª rodada, a distância para a Ponte Preta, que fechava o G4, era de 14 pontos (27 a 13). Hoje, a Raposa está a 13 de Sampaio Corrêa (2º), América (3º) e Cuiabá (4º), que somam 37. A Chapecoense é líder isolada, com 44.

Em função da distância momentânea, os próprios jogadores preferem adotar o discurso de que o objetivo inicial é fugir do Z4. “Nosso primeiro objetivo é sair da Série C, não ter mais nenhuma possibilidade de cair, para depois pensar no acesso”, diz o atacante Airton, autor de três gols nos últimos quatro duelos.

Titular na ponta-direita, Airton deve ter companhia nova no setor ofensivo. Rafael Sobis, que rescindiu com o Ceará no meio da semana e assinou com o Cruzeiro até dezembro de 2021, é cotado para substituir William Pottker, expulso no empate por 3 a 3 com o Guarani. O atacante de 35 anos chegou à Toca por indicação de Scolari.

“É uma felicidade que não cabe dentro de mim. As pessoas que convivem comigo sabem o quanto estou feliz. A partir de agora, é se dedicar, é viver o Cruzeiro 24 horas (por dia), porque a nossa luta é árdua, é difícil, mas, se nos dedicarmos bastante, o final vai ser feliz”, ressalta Sobis, que em sua primeira passagem pelo clube, de junho de 2016 a dezembro de 2018, marcou 28 gols em 119 partidas e foi campeão da Copa do Brasil (2017 e 2018) e do Campeonato Mineiro (2018).

Quem também retorna em alta é o boliviano Marcelo Moreno, vice-artilheiro das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, com três gols. Após se destacar por sua seleção, o camisa 9 reassume a titularidade no Cruzeiro com a missão de se tornar o estrangeiro que mais foi às redes pelo clube. Com 48 tentos em 115 partidas, ele está abaixo do uruguaio Arrascaeta, que marcou 50 vezes em 188 jogos.

Mas o Figueirense está disposto a dificultar a arrancada cruzeirense. É o que garante Jorginho, de volta aos trabalhos após experiência no Juventus de Jaraguá. “Um jogo muito difícil, mas não impossível. Respeitamos muito o Cruzeiro, mas somos o Figueirense e precisamos ser respeitados. Precisamos nos impor diante do Cruzeiro, com todo o respeito, jogar e conseguir chegar ao gol do adversário. Só assim ele vai sentir que estamos presentes no campo”.

CRUZEIRO X FIGUEIRENSE

CRUZEIRO

Fábio; Raúl Cáceres, Cacá, Manoel e Patrick Brey; Ramon e Jadsom Silva; Airton, Régis e Rafael Sobis; Marcelo Moreno. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

FIGUEIRENSE

Rodolfo Castro; Lucas Carvalho, Alemão, Vitor Mendes e Sanchez; Patrick, Matheus Neris, Dudu e Marquinho; Bruno Michel e Diego Gonçalves. Técnico: Jorginho.

Motivo: 22ª rodada da Série B

Estádio: Mineirão

Data: sexta-feira, 20 de novembro de 2020

Horário: 21h30

Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)

Assistentes: Jucimar dos Santos Dias e José Carlos Oliveira dos Santos (BA)

Acompanhe a partida pela Rádio Eldorado Am 1300

 

 

Superesportes

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.