Atlético é goleado pelo Palmeiras e desperdiça chance de assumir a liderança

Alvinegro jogou mal, foi derrotado por 3 a 0 e segue na terceira posição

O Atlético chegou ao quarto jogo seguido sem vitória no Campeonato Brasileiro. Na tarde dessa segunda-feira, o alvinegro foi goleado pelo Palmeiras, por 3 a 0, em duelo válido pela 19ª rodada da competição. A equipe comandada por Jorge Sampaoli voltou a sofrer com contra-ataques e não teve qualquer chance no Allianz Parque. Raphael Veiga, Rony e Wesley marcaram para os donos da casa.

O Galo caiu de rendimento na reta final do turno. Desde a goleada sobre o Goiás, por 3 a 0, foram quatro partidas sem vitória: Fluminense (1 a 1), Bahia (3 a 1), Sport (0 a 0) e Palmeiras (3 a 0).

Com a derrota, o Atlético permanece na terceira posição, com 32 pontos, três a menos que Internacional, líder, e Flamengo, vice-líder. Já o Palmeiras segue na sétima posição, agora com 28 pontos.

O Atlético voltará a campo contra o líder Flamengo. A partida será realizada no próximo domingo, às 18h15, no Mineirão. Já o Palmeiras foca na Copa do Brasil. Na próxima quinta-feira, às 19h, no Allianz Parque, a equipe receberá o RB Bragantino.

O jogo

O técnico Jorge Sampaoli mudou algumas peças no Atlético para o jogo contra o Palmeiras. Além de Keno, suspenso, saíram da equipe o meia Alan Franco e o atacante Eduardo Sasha. Entraram Matías Zaracho, Allan e Marrony.

A estratégia foi ter uma saída de bola com três homens (Guga, Réver e Junior Alonso), dois jogadores mais centralizados para a transição (Jair e Allan) e cinco jogadores mais ofensivos, distribuídos assim: Nathan e Savarino pela direita, Guilherme Arana e Matías Zaracho pela esquerda, e Marrony pelo meio.

O Atlético, no entanto, teve muita dificuldade para sair jogando no Allianz Parque. A equipe alviverde avançou a marcação nos momentos corretos para pressionar e roubou a bola muitas vezes perto da área alvinegra. As principais chances foram criadas dessa forma, inclusive o gol do Palmeiras, marcado por Raphael Veiga, aos 18’. Depois de recuperar a posse no campo de ataque, os donos da casa saíram em velocidade pela esquerda. Viña recebeu livre pela esquerda e cruzou para o meia cabecear entre as pernas de Everson: 1 a 0.

O goleiro atleticano, inclusive, evitou um placar elástico no primeiro tempo. Foram, pelo menos, três boas defesas, que ajudaram o Atlético a se manter no jogo.

O Galo seguiu com o mesmo plano de jogo e com as mesmas dificuldades. Na reta final da primeira etapa, Arana e Savarino tiveram boas oportunidades, mas não tiveram felicidade na finalização.

O Atlético voltou para a segunda etapa com a mesma equipe, mas passou a encaixar melhor a saída de jogo. O time criou boas oportunidades, mas não conseguiu finalizar bem. O Palmeiras baixou as linhas e buscava um contra-ataque para matar o jogo, mas não conseguia encaixar as jogadas.

Sampaoli tentou mexer na equipe com a entrada de Marquinhos na vaga de Zaracho, que teve atuação discreta. E o atacante cometeu falha que praticamente matou o Atlético. O meia-atacante teve a bola dominada na área adversária e tentou o passe, que foi interceptado. No contra-ataque, Luiz Adriano avançou em velocidade nas costas de Réver e encontrou Rony livre para finalizar e balançar as redes de Everson: 2 a 0.

O Atlético seguiu tentando criar, mesmo sem inspiração, e na base de lançamentos longos. O Palmeiras aproveitou mais uma bola para partir em contra-ataque e liquidar a partida. Viña achou Luiz Adriano na intermediária defensiva. O centroavante girou e fez lançamento, mais uma vez nas costas de Réver, e encontrou Zé Rafael. O meia saiu na cara do gol e rolou para Wesley tocar na saída de Everson e ampliar: 3 a 0.

Depois do gol, o Atlético não conseguiu encontrar forças para criar qualquer chance de diminuir o placar e acabou goleado no Allianz Parque.

PALMEIRAS 3 X 0 ATLÉTICO

Palmeiras

Weverton; Gabriel Menino, Luan, Gustavo Gómez e Matías Viña; Felipe Melo, Zé Rafael e Raphael Veiga; Rony (Gabriel Veron, aos 34/2°T), Wesley (Danilo, aos 38/2°T) e Luiz Adriano (Willian, aos 36/2°T). Técnico: Andrey Lopes.

Atlético

Everson; Guga, Réver, Junior Alonso e Guilherme Arana; Jair (Alan Franco, aos 14/2°T), Allan, Matías Zaracho (Marquinhos, aos 14/2°T) e Nathan (Calebe, aos 39/2°T); Savarino e Marrony (Eduardo Sasha, aos 29/2°T).Técnico: Jorge Sampaoli.

 

Gols: Raphael Veiga (18/1°T); Rony (25/2°T); Wesley (31/2°T)

Cartões amarelos: Savarino (43/1°T); Gabriel Menino (6/2°T); Felipe Melo (14/2°T)

Motivo: 19ª rodada do Campeonato Brasileiro

Local: Estádio Allianz Parque, em São Paulo

Data e horário: segunda-feira, 2 de novembro, às 17h

Árbitro: Braulio da Silva Machado (Fifa/SC)

Assistentes: Kleber Lucio Gil (Fifa/SC) e Éder Alexandre (SC)

VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)

 

 

Superesportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.