América volta a fazer dever de casa e assume a vice-liderança da Série B

Coelho bate o Confiança, amplia série positiva e briga pela ponta

A cada rodada, o América se firma na briga pelo topo da Série B do Campeonato Brasileiro. O Coelho voltou a fazer o dever de casa, bateu o Confiança por 2 a 1, na noite desse sábado, no Independência, e alcançou a vice-liderança. Anderson abriu o placar no primeiro tempo, enquanto Ademir ampliou na etapa final. Renan Gorne, de pênalti, diminuiu para os visitantes quando a partida caminhava para o fim.

Depois de jejum em casa, o América voltou a aproveitar o fator campo e ganhou a terceira seguida no Horto. Com a quinta vitória consecutiva na Série B, o Coelho chegou aos 35 pontos, na segunda posição, superado pela líder Chapecoense, que soma 36 e tem um jogo a menos (17 a 18) que os mineiros. O Confiança, que briga para entrar no G4, teve a sequência sem derrotas de seis partidas quebrada – vinha de dois triunfos nas rodadas anteriores – e parou nos 25 pontos.

Embalado, o América ganha mais motivação e confiança para outra disputa na temporada, a Copa do Brasil. O Coelho inicia o duelo contra o Corinthians, pelas oitavas de final, na próxima quarta-feira, às 21h30, na Neo Química Arena, em São Paulo. O confronto da volta será no dia 4 de novembro, no mesmo horário, no Independência. Pela Série B, o alviverde volta a campo diante do Avaí, sábado (31), às 19h, na Ressacada, em Florianópolis.

O JOGO

Diante de um adversário em ascensão e também na briga pelo G4, o América não teve vida fácil. O Coelho até ameaçou com Ademir, nos primeiros segundos, após vacilo da zaga, com Rafael Santos pegando firme. Mas o Confiança deu trabalho à defesa mineira, especialmente com Renan Gorne, que obrigou Matheus Cavichioli a grande defesa após girar rapidamente na área.

O América tinha a iniciativa das ações, mas o Confiança estava sempre pronto para investir nos contra-ataques. O Coelho aumentou o ritmo e criou chances: primeiro com Juninho, que recebeu bola ajeitada e chutou forte para defesa de Rafael Santos; depois, Ademir foi acionado na área pelo capitão e balançou as redes, mas estava impedido.

O América, finalmente, largou na frente em um lance que motivou reclamação do Confiança. Aos 30 min, Geovane cobrou falta para a área e Anderson testou para as redes: 1 a 0. Funcionou a ‘lei do ex’. No momento em que a bola foi erguida, houve apagão em parte dos holofotes do Independência, o que provocou protestos da equipe sergipana. A alegação é que o problema de iluminação prejudicou as ações defensivas. O árbitro, no entanto, confirmou o gol e a vantagem do Coelho no primeiro tempo.

Na etapa final, o América jogou como gosta: tocando bola e aproveitando os espaços do adversário. Depois de ter gol de Ademir anulado em função de infração cometida pelo zagueiro Messias, o Coelho ampliou aos 10 min, em um lance característico. Juninho apareceu bem no campo ofensivo e deu ótimo passe para Ademir, que tirou do alcance do goleiro: 2 a 0.

O Confiança sentiu o golpe e perdeu fôlego. As substituições do técnico Daniel Paulista não surtiram efeito, até por causa do desgaste físico. Lisca também mexeu, promoveu a volta de Rodolfo e Alê e procurou dar mais velocidade com Neto Berola. Em vacilo de Anderson, que cortou a bola com a mão na área e cometeu pênalti, o time visitante diminuiu. Renan Gorne bateu no canto direito, aos 35, fez 2 a 1 e reanimou os sergipanos, que voltaram a incomodar no fim, mas o Coelho assegurou mais um triunfo na Série B.

AMÉRICA 2 x 1 CONFIANÇA

AMÉRICA

Matheus Cavichioli; Diego Ferreira, Messias, Anderson e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho, Geovane (Alê); Ademir (Daniel Borges), Léo Passos (Rodolfo) e Felipe Azevedo (Felipe Augusto). Técnico: Lisca

CONFIANÇA

Rafael Santos; Caíque Sá (Thiago Ennes), Luan, Matheus Mancini e Everton; Madison, Rafael Vila (Tiago Luis) e Guilherme Castilho (Danilo Pires); Reis (Ari Moura); Renan Gorne e Ítalo (Iago). Técnico: Daniel Paulista

 

Motivo: 18ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

Local: Independência, em BH

Data: sábado, 24 de outubro

Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO)

Assistentes: Cristhian Passos Sorence e Tiago Gomes da Silva (GO)

GOLS: Anderson, aos 30min do 1ºT; Ademir, 10, Renan Gorne (pênalti), aos 35min do 2ºT

Cartões amarelos: Felipe Azevedo, Anderson (AME); Tiago Luis (CON)

 

 

Superesportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.