Mudanças no elenco do Cruzeiro seguem com chegada e avaliação de Felipão

  • Thiago Maia 

Treinador vai avaliar se clube irá inscrever Matheus Índio e Giovanni Piccolomo, além de buscar contratações no mercado

A chegada do técnico Luis Felipe Scolari faz com que a experiência seja priorizada, pelo menos, neste início de trabalho. E jogadores mais jovens serão lançados no decorrer do projeto, como é praxe nos processos comandados por Felipão.

O próprio treinador adiantou que o clube irá buscar no mercado nomes experientes para suprir as necessidades detectadas no elenco.

“Sobre os reforços, sobre possibilidade de contratação, tenho conversado e vou conversar com o presidente, o Deivid, o Brunoro, são as pessoas com as quais eu conversei em Porto Alegre. Tenho ainda que observar alguns detalhes desse nosso grupo, algumas situações, porque nós ficamos com muito menos experiência para jogar uma Série B do que as outras equipes”, declarou o treinador após a vitória sobre o Operário, na última rodada.

Nem bem chegou ao clube e Felipão já convive com duas saídas de atletas. Uma por ordem médica e outra por opção. O volante Jean, com lesão no joelho, voltará ao Palmeiras para se recuperar, já que não voltará a atuar na temporada. Já o atacante Iván Angulo, que voltou ao clube após uma passagem relâmpago há dois meses, deve se transferir para o Botafogo, com a anuência de Felipão.

O treinador ainda vai avaliar as situações do meia Giovanni Piccolomo e do atacante Matheus Índio, que foram contratados, mas que ainda não foram inscritos por conta da punição da Fifa. Na próxima semana, o clube deve ser liberado para registrar jogadores, já que o Cruzeiro efetuou o pagamento junto ao Zorya, da Ucrânia, pela compra dos direitos de Willian Bigode, hoje, no Palmeiras.

Nos últimos dias, o clube reintegrou o lateral-esquerdo Patrick Brey, que estava em negociação com o futebol do exterior, mas que não se concretizou. É mais um jogador experiente para disputar a posição com o jovem Matheus Pereira.

Inscrições

O clube poderá fazer de três ou quatro inscrições no Brasileiro, conforme adiantou Felipão durante a coletiva pós-jogo, na última terça-feira (20). Cada clube pode inscrever no máximo 40 atletas.

Portanto, caso avalie que Matheus Índio e Giovanni Piccolomo devam ser inscritos, o clube poderá contratar um ou, no máximo, dois atletas. Porém, existe a possibilidade de o Cruzeiro não inscrevê-los a pedido de Felipão e o clube ir ao mercado para completar a lista de reforços.

Até o momento, o Cruzeiro contratou 21 jogadores para a temporada, sendo que Marllon, João Lucas, Éverton Felipe e Jhonata Robert já deixaram a Toca.

 

 

SuperFC

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.