Felipão desafia matemática para tirar Cruzeiro do Z4 da Série B e conquistar o acesso

Treinador estreará na partida contra o Operário, nesta terça-feira

O técnico Luiz Felipe Scolari estreará comando do Cruzeiro na partida contra o Operário, às 21h30 desta terça-feira, no estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa, pela 17ª rodada da Série B. Em um grande desafio da carreira, Felipão tentará tirar a Raposa da zona de rebaixamento e levá-la ao acesso à Primeira Divisão.

A probabilidade de o Cruzeiro subir é pequena. Segundo o Departamento de Matemática da UFMG, a Raposa tem 0,65% de chance de voltar à Série A. O percentual estipulado pelo ‘Chance de Gol’ é ainda menor: 0,4%. O ‘Infobola’ faz projeções mais “otimistas” ao apresentar o índice de 1%.

A UFMG calcula que um clube com 63 pontos tem mais de 99% de probabilidade de conseguir o acesso. Para chegar a esta pontuação, o time celeste precisa de 50 pontos em 22 jogos – algo como 16 vitórias e dois empates. Hoje, o Cruzeiro soma 13 pontos, na penúltima posição da Série B.

Se as chances de acesso neste momento são irrisórias, o risco de queda para a Série C é muito maior. De acordo com o Departamento de Matemática da UFMG, a probabilidade do Cruzeiro disputar a terceira divisão em 2021 é de 54%. Já o Chance de Gol dá um cenário menos assustador, de “apenas”12,1 %. Por fim, o ‘Infobola’ não calcula esse dado.

O Cruzeiro vive a pior crise da sua história. Depois de cair para a Série B pela primeira vez, ao terminar o Brasileirão de 2019 em 17º (36 pontos), a Raposa não consegue jogar bem e coleciona resultados ruins na Segundona: cinco vitórias, quatro empates e sete derrotas em 16 jogos. Vale lembrar que o time estrelado começou a Série B com menos seis pontos por causa de uma punição da Fifa.

Probabilidade de acesso do Cruzeiro

UFMG: 0,65%

Chances de gol: 0.4 %

Infobola: 1 %

 

Risco de queda do Cruzeiro

UFMG: 54.0 %

Chance do Gol: 12.1 %

Infobola: Não calcula

 

 

Superesporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.