Atlético enfrenta o Bahia em Salvador e tenta recuperar a liderança do Brasileirão

Galo foi ultrapassado na classificação por Flamengo e Internacional

Com o objetivo de recuperar a liderança, o Atlético enfrenta o Bahia nesta segunda-feira, às 20h, no estádio de Pituaçu, em Salvador, no complemento da 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time treinado por Jorge Sampaoli se vê obrigado a ganhar fora de casa após seus principais concorrentes na disputa pelo título terem vencido no domingo.

Na Arena Neo Química, em São Paulo, o Flamengo atropelou o Corinthians por 5 a 1 – gols de Éverton Ribeiro, Vitinho, Natan, Bruno Henrique e Diego. Já no Beira-Rio, em Porto Alegre, o Internacional bateu o Vasco por 2 a 0. O volante Edenílson e o meia Thiago Galhardo – artilheiro da Série A, com 14 gols – balançaram a rede.

Caso derrote o Bahia, o Atlético igualará os 34 pontos de gaúchos e cariocas no Brasileirão e voltará ao topo em razão da superioridade no número de vitórias: 11 a 10. Neste momento, a classificação mostra o Inter em primeiro, com vantagem no saldo sobre o segundo colocado Flamengo: 15 a 11.

As estatísticas da competição e o perfil de Sampaoli indicam que o Galo deverá tomar a iniciativa da partida mesmo longe de Belo Horizonte. Segundo o SofaScore, a posse de bola média do time na Série A é de 59,3%, ante 48,1% de um Bahia possivelmente reativo por orientação do ex-cruzeirense Mano Menezes, que cumprirá suspensão e será substituído por Cláudio Prates.

Individualmente, o alvinegro conta com a boa fase do atacante Keno, autor de oito gols em 15 partidas no Brasileirão, enquanto o tricolor aposta na retomada do faro de artilheiro do centroavante Gilberto, que balançou a rede apenas duas vezes na competição – número distante dos 14 assinalados por ele na edição de 2019.

As novidades no Galo em relação ao empate por 1 a 1 com o Fluminense, na última quarta-feira, são o zagueiro Junior Alonso, o volante Alan Franco e o atacante Savarino. Os três desfalcaram o time por terem sido convocados às seleções do Paraguai, do Equador e da Venezuela. Por outro lado, Sampaoli não terá o volante Allan, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Ele dará lugar a Jair.

Matemática da Série A

A matemática do Campeonato Brasileiro aponta o Atlético com 42,3% de probabilidade de título, segundo o site Chance de Gol. Flamengo, com 26,2%, e Internacional, 25,6%, também estão bem cotados. O São Paulo, atual quarto colocado, tem apenas 4,1%. Os demais clubes estão abaixo de 1%.

Vale lembrar que o Galo tem uma partida a menos que Inter e Fla. O duelo contra o Athletico-PR, no Mineirão, pela sexta rodada, ainda não teve a data definida pela Confederação Brasileira de Futebol.

Adversário

Em 16º no Brasileiro, com 16 pontos, o Bahia luta para se afastar da zona de rebaixamento. Além de não contar com o técnico Mano Menezes à beira de campo, o tricolor está desfalcado dos atacantes Élber e Rossi, expulsos no empate por 1 a 1 com o Goiás, quinta-feira, em Goiânia. Já o zagueiro Ernando, com dores na panturrilha, é dúvida para enfrentar o Galo.

BAHIA X ATLÉTICO

BAHIA

Douglas Friedrich; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Elias e Daniel; Fessin, Gilberto e Clayson. Técnico: Cláudio Prates (Mano Menezes suspenso)

ATLÉTICO

Everson; Guga, Réver, Junior Alonso e Guilherme Arana; Jair, Alan Franco e Nathan; Savarino, Keno e Eduardo Sasha. Técnico: Jorge Sampaoli

 

Motivo: 17ª rodada do Campeonato Brasileiro

Local: Estádio de Pituaçu, em Salvador (BA)

Data: segunda-feira, 19 de outubro de 2020

Horário: 20h

Árbitro: Anderson Daronco (RS)

Assistentes: Rafael da Silva Alves e Michael Stanislau (RS)

VAR: Daniel Nobre Bins (RS)

Acompanhe a partida pela Rádio Eldorado Am 1300

 

 

Superesportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.