Cruzeiro volta à carga por Felipão e Luxemburgo também entra na lista

Raposa prossegue tentativas por técnicos no mercado e negocia com nomes para suprir lacuna deixada com demissão de Ney Franco

O Cruzeiro buscou ainda nessa quarta-feira a possibilidade de contar com os serviços do técnico Marcelo Chamusca, mas também ouviu uma negativa por parte do comandante, que atualmente é o líder da Série B com o Cuiabá. Na busca por um treinador para suprir a lacuna deixada com a demissão de Ney Franco, o clube não desistiu de Felipão.

Segundo apuração do Super:FC, o clube celeste voltou a contactar o treinador na noite dessa quarta-feira. Todavia, Felipão deseja um contrato de três anos, com o clube garantindo publicamente um projeto a longo prazo e também o estabelecimento de uma multa rescisória, Um vínculo tão longo é pouco usual no futebol brasileiro em relação a técnicos de futebol. Felipão ainda se cercaria de sua comissão técnica. Uma reunião entre as partes deve voltar a acontecer nesta quinta-feira. A tentativa de acertar com Felipão vem sendo capitaneada por José Carlos Brunoro, hoje exercendo um cargo consultivo no Cruzeiro, além do ex-jogador Beletti e o diretor técnico Deivid.

Em contrapartida, a nova tentativa por Felipão aconteceu antes da demissão de Luxemburgo. O agora ex-técnico do Palmeiras, por seu perfil mais ‘cascudo’ entra também na mira do clube, principalmente por seu bom relacionamento com Brunoro, Beletti e Deivid, esse último um de seus pupilos na jornada pós-futebol. Desde a saída de Luxemburgo, a informação é de que pessoas ligadas a Felipão esfriaram o assunto relacionado à nova investida do Cruzeiro.

O Cruzeiro não confirma as negociações. Nesta sexta-feira, contra o Juventude, no Mineirão, às 21h30, pela 16ª rodada do Brasileiro da Série B, a Raposa, vice-lanterna do certame, encara o Juventude e terá como treinador interino o ex-jogador Célio Lúcio. O time celeste precisa do triunfo para respirar novamente no torneio nacional.

 

 

SuperFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.