Atlético recebe lanterna Goiás para voltar a vencer e manter liderança do Brasileiro

Equipes se enfrentam a partir das 21h deste sábado, no Mineirão

Líder do Campeonato Brasileiro há duas semanas, dono do melhor ataque (26 gols) e com um desempenho que anima os torcedores, o Atlético terá um desafio importante para se manter como o melhor time da competição. Depois de conseguir uma vantagem de cinco pontos na ponta, a equipe alvinegra viu os concorrentes se aproximarem e, agora, precisa de uma vitória sobre o Goiás para assegurar o lugar mais nobre da classificação. A bola rola neste sábado, às 21h, no Mineirão, pela 15ª rodada.

O Atlético de Jorge Sampaoli soma 27 pontos – dois a mais que o vice-líder Internacional, única equipe que ameaça a liderança alvinegra nesta rodada. Os gaúchos têm um jogo a mais que os mineiros (14 contra 13) e só entram em campo no domingo, às 20h30, contra o Athletico-PR, no Beira-Rio. O terceiro colocado e atual campeão Flamengo pode igualar a pontuação atleticana, mas ficaria atrás no número de vitórias. O Rubro-Negro encara o Vasco, a partir das 17h de sábado, em São Januário.

Porém, antes de pensar numa eventual combinação de resultado dos adversários diretos pela primeira posição, o Atlético foca numa vitória diante dos goianos. Na Cidade do Galo, o discurso é um só: não há espaço para outro resultado que não seja a vitória. Especialmente após o revés por 2 a 1 para o Fortaleza, no Castelão, na última quarta-feira. “A gente cobrou o que tinha que cobrar, falamos os erros que tivemos, já corrigimos, porque não tem tempo para se lamentar. A gente sabe da importância do jogo. Sabemos que temos que ganhar”, frisou o volante Allan.

Desfalques e possíveis mudanças

Convocados para a disputa das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, três titulares seguirão como desfalques: o zagueiro paraguaio Junior Alonso, o meio-campista equatoriano Alan Franco e o atacante venezuelano Savarino. Fora do jogo na capital cearense por conta de um incômodo na coxa esquerda, Nathan treinou normalmente nessa sexta-feira, na Cidade do Galo, mas ainda não tem presença garantida neste sábado.

Por conta dessas ausências, Sampaoli se viu obrigado a escalar um time bastante modificado para encarar o Fortaleza. Contra o Goiás, a expectativa é que o argentino monte uma equipe titular mais parecida com a que vinha jogando. Jogadores como o lateral-direito Guga e o zagueiro Igor Rabello devem estar entre os 11 iniciais.

No ataque, mais incertezas. Sem Savarino, Sampaoli montou uma equipe com dois atacantes de origem na última quarta: Eduardo Sasha e Keno. Embora o desenho tático não tenha sido modificado em relação aos jogos anteriores, o que se viu foi uma equipe mais previsível e com menos capacidade criativa. Por isso, há a possibilidade de um terceiro jogador ofensivo se juntar à dupla. As principais opções são Marquinhos e Marrony.

O adversário

Lanterna do Brasileirão, o Goiás somou apenas nove pontos. Em 11 partidas, são seis derrotas, três empates e só duas vitórias da equipe esmeraldina está em crise desde o início do campeonato e já foi comandado por três diferentes treinadores, todos bem conhecidos do futebol mineiro: Ney Franco, Thiago Larghi e, agora, Enderson Moreira.

Após o revés por 4 a 2 para o Fluminense, o clima esquentou no centro de treinamento esmeraldino. Com a permissão da diretoria, um grupo de torcedores cobrou os jogadores, em tom de ameaça. “Estamos com quem quer correr. Quem estiver de sacanagem, lavo minhas mãos. Goiânia é desse tamanho (fazendo sinal de que é pequena). Cada um é responsável por suas atitudes. Nós estamos de olho e não vamos aceitar essa palhaçada mais não. A partir do dia de hoje, acabou a paz”, disse um dos que esteve no local.

Em campo, Enderson Moreira tenta encontrar soluções para uma equipe que não vence há três partidas. Para o jogo contra o Atlético, o treinador não poderá contar com uma série de desfalques por questões físicas: os atacantes Mike, Victor Andrade, Henrique Almeida, Lucão, Kevin Quevedo e o volante Sandro. Por outro lado, terá à disposição o volante Gilberto Júnior e o atacante Keko, recuperados de problemas musculares, além do lateral-esquerdo Jefferson, liberado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) via efeito suspensivo.

ATLÉTICO X GOIÁS

Atlético

Everson; Guga, Réver, Igor Rabello (Bueno) e Guilherme Arana; Allan, Jair e Hyoran (Nathan); Marrony (Marquinhos), Keno e Eduardo Sasha. Técnico: Jorge Sampaoli

Goiás

Tadeu; Pintado, Fábio Sanchez, Heron e Jefferson; Breno, Ratinho e Ignacio Jara; Victor Andrade, Rafael Moura e Vinícius. Técnico: Enderson Moreira

 

Motivo: 15ª rodada do Campeonato Brasileiro

Local: Mineirão, em Belo Horizonte

Data e horário: 10 de outubro de 2020, às 21h

Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP)

Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)

VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)

Acompanhe a partida pela Rádio Eldorado Am 1300

 

 

 

Superesportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.