Cruzeiro perde para o Sampaio Corrêa e mergulha no Z4 da Série B

Time celeste já acumula sete derrotas na Série B do Campeonato Brasileiro

Totalmente apático, desorganizado e sem ideias, o Cruzeiro deu novo vexame na noite dessa quinta-feira. Em pleno Mineirão, o time de Ney Franco foi derrotado por 2 a 1 pelo Sampaio Corrêa pela Série B do Campeonato Brasileiro. Os gols do Tubarão foram marcados por Roney e Caio Dantas. Manoel descontou para os donos da casa.

Com o resultado, o Cruzeiro (11 pontos) foi ultrapassado pelo Sampaio Corrêa, caiu para o 18º lugar e se afundou na zona de rebaixamento da Série B . Primeiro time fora do Z4, o Botafogo-SP tem 14 pontos.

Na próxima rodada, o Cruzeiro encara outro concorrente direto na parte de baixo da tabela. O adversário será o Oeste, em jogo marcado para domingo, às 16h, na Arena Barueri. Até lá, como forma de fugir da pressão, o time celeste realizará a preparação em Atibaia, também no interior de São Paulo. O Sampaio Corrêa mede forças com o Botafogo-SP, também no domingo, mas  às 18h, no Castelão, em São Luis-MA.

O jogo

O Cruzeiro fez mais um tempo inicial vexatório no Mineirão. Desorganizado, sem ideias e aparentemente sem gana, o time de Ney Franco conseguiu ser amassado pelo Sampaio Corrêa em determinado período. Com marcação frouxa em linha alta, não gerou qualquer dificuldade para o adversário, que conseguiu construir suas jogadas.

Aos 12’, após falha do sistema defensivo celeste, Roney abriu o placar para o Tubarão. Ele recebeu no lado esquerdo, entrou na área com a bola dominada e finalizou sem chances para Fábio. 1 a 0. O Sampaio Corrêa dominou a partir daí. Aproveitou o psicológico totalmente abatido do Cruzeiro e foi dono das principais ações ofensivas da partida.

Os visitantes estavam mais próximos de ampliar o placar, quando uma jogada de bola parada amenizou a situação do Cruzeiro. Aos 39’, em falta marcada quase no meio-campo, Filipe Machado cobrou na cabeça de Manoel, que encobriu o goleiro Gustavo. 1 a 1. Apesar do tento, o zagueiro deixou o campo reconhecendo a atuação abaixo da crítica. “Precisamos mudar a postura”, disse.

Mas nada mudou. O Cruzeiro voltou do intervalo ainda mais passivo, dando todo espaço que os adversários queriam para avançar. Aos 13’, Pimentinha conduziu a bola pelo lado esquerdo até a entrada da área, sem ser assustado por Giovanni, e deu assistência a Caio Dantas. Livre de marcação, ele encaixou a bola no canto direito do gol de Fábio. 2 a 1.

Sem repertório, o Cruzeiro ficou ainda mais entregue dentro de campo. Ney Franco fez as cinco substituições antes dos 34’, mas nada foi capaz de melhorar a produção do time. Aos 39’, após cruzamento de Sassá, o goleiro Gustavo deu rebote para a marca do pênalti. Thiago, livre de marcação, desperdiçou. O Sampaio Corrêa, então, garantiu o resultado e ultrapassou os mineiros na classificação da Série B.

CRUZEIRO 1 X 2 SAMPAIO CORRÊA

Cruzeiro

Fábio; Daniel Guedes, Manoel, Ramon e Giovanni (Rafael Luiz); Henrique (Jadsom) e Filipe Machado (Claudinho); Airton, Régis (Maurício) e Arthur Caíke (Thiago); Sassá. Técnico: Ney Franco

Sampaio Corrêa

Gustavo; Luís Gustavo, Joécio, Daniel Felipe e João Victor; André Luís, Vinícius Kiss e Marcinho (Eloir); Roney, Pimentinha (Robson) e Caio Dantas (Jackson). Técnico: Leo Condé

 

Gols: Roney (aos 12’1ºT), Manoel (aos 39’1ºT) e Caio Dantas (aos 13’2ºT)

Cartões amarelos: Daniel Guedes e Henrique (Cruzeiro); Roney, Gustavo e Luis Ricardo (Sampaio Corrêa)

Motivo: 14ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Data e horário: 8 de outubro de 2020 (quinta-feira), às 18h30

Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior

Assistentes: Clovis Amaral da Silva e Ricardo Bezerra Chianca

 

 

Superesportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.