Cruzeiro: integrantes de torcida organizada invadem a Toca da Raposa II

Torcedores cobraram comprometimento dos jogadores

Cerca de 50 integrantes da torcida organizada Máfia Azul invadiram a Toca da Raposa II nesta manhã de quarta-feira. A Polícia Militar foi chamada para tentar conter a ação dos torcedores, que cobraram mais comprometimento dos jogadores do Cruzeiro.

Em um vídeo que circula nas redes sociais, é possível ver os torcedores dentro do centro de treinamentos do Cruzeiro. Na imagem, seis policiais aparecem conversando com os organizados para manter a ordem. A diretoria do clube repudiou a invasão.

Segundo a versão da PM, “os torcedores se reuniram em frente à Toca II e estavam se manifestando com palavras de ordem. Alguns jogadores foram parados e escutaram o protesto quando estavam chegando para o treinamento. Em um descuido da segurança, eles forçaram o portão e, cerca de 20 torcedores, entraram na Toca II. Não houve dano material. Os militares conversaram com os organizados, que saíram do local. Não houve uso da força”.

Do lado de fora da Toca II, faixas assinadas pelo grupo “Trem Azul” com críticas aos jogadores, ao presidente Sérgio Santos Rodrigues e ao técnico Ney Franco foram estendidas em um muro.

“Sérgio, pare com as lives e escute a sua torcida. Menos falatório e mais ação”, diz o texto de uma faixa. 

“Ney Franco, não queremos que recupere medalhões. Queremos que recupere o Cruzeiro. Os homens passam, o Cruzeiro fica”, lê-se em outra faixa.

Os torcedores questionaram as contratações feitas pelo Cruzeiro para disputar a Série B: “Machado, entregador de jaca; Régis; Giovanni; Arthur Caíke; Roberson… Esses são os reforços que estavam encostados em outros times e que vieram para o Cruzeiro”.

Protesto marcado

Por Whatsapp, torcedores do Cruzeiro estão organizando protesto que ocorrerá nesta quarta, às 17h, na sede do clube no Barro Preto, em Belo Horizonte. No texto de convocação, há uma lista de exigências que inclui saídas de profissionais (Benecy Queiroz, Deivid e José Carlos Brunoro), exclusão de conselheiros e reformulação do estatuto (veja a lista completa no fim da nota).

Na noite desta quarta, no Parque Esportivo, Sérgio Santos Rodrigues será confirmado como presidente para o próximo triênio (2021-2023). As eleições serão realizadas a partir de 15h e com término previsto para as 20h.

O Cruzeiro vive a pior crise da história. Dentro de campo, o time joga a Série B do Brasileiro pela primeira vez na história e ocupa a modesta 17ª posição, com 11 pontos. Fora das quatro linhas, o clube tem dívida de R$ 1 bilhão.

EXIGÊNCIAS DOS TORCEDORES

Expulsão de todos conselheiros que foram remunerados

– Reformulação radical do estatuto do clube, com aprovação prévia do torcedor

– Demissão de Benecy Queiroz

– Demissão de Deivid e José Carlos Brunoro

– Banimento de toda diretoria e conselho fiscal que nos levaram à situação atual

– Auditoria nas contas da gestão Gilvan de Pinho Tavares

– Pelo acesso à Série A

 

 

Superesportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.