América quebra jejum de gols, bate o Vitória fora de casa e cola no G4 da Série B

Coelho interrompe sequência sem gols e triunfos e vence no Barradão

Depois de quatro jogos, o América quebrou o jejum e voltou a vencer na Série B do Campeonato Brasileiro. O Coelho ainda interrompeu a sequência sem balançar as redes e bateu o Vitória por 2 a 1, nessa terça-feira, no Barradão, pela 14ª rodada. Os gols dos mineiros saíram no primeiro tempo, com Ademir, em belo lance individual, e Felipe Azevedo, que mostrou oportunismo. Na etapa final, Thiago Carleto diminuiu para o Leão em cobrança de pênalti.

O América não saía de campo vencedor na Série B desde o triunfo por 1 a 0 sobre o Paraná, em Curitiba, no dia 11 de setembro, pela nona rodada. Depois, o Coelho tropeçou com derrota para Figueirense (1 a 0), no Independência, e empatou com Chapecoense, CRB e Guarani, sem balançar as redes nessa sequência ruim.

Ao quebrar o ‘encanto’ sem gols e triunfos, o América não só segurou um adversário direto por posição, como também subiu na classificação. Com 23 pontos, o Coelho chegou ao quinto lugar, colado no G4. O Vitória, mais pressionado após o revés no Barradão, estacionou nos 18 pontos e ficou para trás.

Com quatro vitórias como visitante, o desafio do América agora é voltar a ganhar no Independência. O Coelho receberá o Náutico nesta sexta-feira, às 19h15, em busca de triunfo para melhorar a campanha em casa e se manter próximo do pelotão de frente. O Vitória terá pela frente o Avaí, novamente no Barradão, sábado, às 16h30.

O JOGO

Em duelo entre equipes que brigam para subir na classificação, o Vitória tomou a iniciativa no começo. Mas o América tratou de frear os ânimos dos donos da casa apostando na velocidade dos homens de frente. Logo aos 6min, Ademir fez bela jogada individual e acertou o ângulo, de perna esquerda, para abrir o placar: 1 a 0. Vantagem importante para o Coelho, que deixou o Leão mas pressionado.

O América teve uma baixa importante: o volante e capitão Juninho deixou o campo com lesão na coxa esquerda e foi substituído por Geovane. Mas o Coelho ampliou logo depois, aos 26. Léo Passos iniciou a jogada e apareceu na área para concluir. Ele recebeu de Ademir, tocou para defesa do goleiro e ajeitou para Geovane, que parou na defesa. No rebote, Felipe Azevedo mandou para as redes: 2 a 0.

Com a vantagem maior no placar, o América ficou à vontade para jogar como gosta: atrair o adversário, recuperar a bola e buscar os contra-ataques. O Vitória, que no começo assustou em alguns lances, pouco produzia no setor ofensivo. Na melhor jogada do Leão, Bocão cruzou da direita, Marcelinho completou rasteiro e Matheus Cavichioli defendeu com o pé esquerdo. Nos instantes finais da primeira etapa, o Coelho cadenciou o ritmo para conter o ímpeto dos donos da casa em ao menos diminuir o prejuízo.

Pressão no fim

O Vitória até tentou mostrar disposição no segundo tempo. Mas faltou qualidade ofensiva para chegar ao gol. O América, tranquilo, teve oportunidade de ampliar. Ademir escapou pela esquerda, entrou driblando na área e tirou até do goleiro. De frente para a meta, sem marcação, ele conseguiu acertar a trave e desperdiçou chance inacreditável.

O América desperdiçou chance inacreditável. Aos 11min, Ademir entrou driblando na área e tirou até do goleiro. Mas caprichou tanto na finalização que conseguiu acertar a trave, com a meta vazia. Foi um dos últimos lances do atacante, que deixou o campo lesionado para entrada de Felipe Augusto. O Vitória diminuiu em pênalti convertido por Thiago Carleto, aos 34min: 2 a 1. O Coelho segurou a pressão do adversário nos instantes finais e somou mais pontos preciosos fora de casa.

VITÓRIA 1 x 2 AMÉRICA 

VITÓRIA

Ronaldo; Jonathan Bocão, João Victor, Wallace e Thiago Carleto; Guilherme Rend (Lucas Cândido), Fernando Neto e Marcelinho (Juninho Quixadá); Ewandro (Dudu), Júnior Viçosa (Jordy Caicedo) e Alisson Farias (Vico)
Técnico: Bruno Pivetti

AMÉRICA

Matheus Cavichioli; Daniel Borges, Anderson, Messias e Sávio; Zé Ricardo, Juninho (Geovane), Alê; Ademir (Felipe Augusto), Léo Passos (Vitão) e Felipe Azevedo (Thalys)

Técnico: Lisca

 

Motivo: 14ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

Data: terça-feira, 6 de outubro

Local: Barradão, em Salvador

Árbitro: Andrey da Silva e Silva (PA)

Auxiliares: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Bárbara Roberta da Costa Loiola (PA)

GOLS: Ademir, 6, Felipe Azevedo, aos 26min do 1ºT; Thiago Carleto (pênalti), aos 34min do 2ºT

Cartões amarelos: Matheus Cavichioli, Alê, Geovane, Ademir (no banco), Felipe Augusto  (AME); João Victor (VIT)

 

 

Superesportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.