Cruzeiro enfrenta a Ponte Preta e tenta sair da zona de rebaixamento da Série B

Só a vitória interessa para a Raposa, que figura na zona de rebaixamento após derrota em casa para o Avaí

O Cruzeiro ingressou na 12ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro com o incômodo 17º lugar, posição que coloca o time na zona de rebaixamento à terceira divisão nacional. Para voltar a respirar, não há outra alternativa ao time. Precisa vencer a Ponte Preta na noite desta quarta-feira, às 19h15, no Mineirão.

O confronto colocará a Raposa frente a frente com um dos times que estão no G-4 da Série B, uma rotina que se fará presente nesta reta final de primeiro turno. Logo depois da Macaca, o Cruzeiro encara o líder Cuiabá, fora de casa.

Para a partida de logo mais, o técnico Ney Franco não vai poder contar com os zagueiros Cacá, suspenso; Paulo, que testou positivo para a Covid-19; e Léo, que ainda se recupera de um edema ósseo. Em contrapartida, ele deverá manter Manoel e testar Marllon ou Ramón.

No meio-campo, ele não terá Ariel Cabral, outro jogador suspenso pelo terceiro amarelo. Uma opção seria voltar com Jadsom. Mas Ney também tem Henrique, que pode atuar ao lado do jovem volante, ou então na vaga de Filipe Machado, formando uma dupla Jadsom e Henrique ou Machado e Henrique.

Na frente, Ney Franco não vai contar com Marquinhos Gabriel, que ficará fora por até três semanas devido a uma torção no tornozelo. A tendência é que o comandante opte por uma nova opção ofensiva, com Sassá podendo ser a referência do ataque celeste na vaga de Moreno. Para a partida de hoje, especificamente, Zé Eduardo não será uma das opções do Cruzeiro, mas o atleta deverá receber oportunidades nos próximos compromissos do time estrelado.

A Ponte Preta

Sem perder há quatro jogos no Campeonato Brasileiro da Série B, com três vitórias e um empate, a Macaca tem a ausência do experiente meia Camilo, que já passou pelo Cruzeiro. Ele sequer viajou à capital mineira. A equipe deverá ter a mesma base da vitória sobre o Confiança por 2 a 1, na última rodada, com Luis Oyama, que estava na suspenso, na vaga de Dawhan.

Estatísticas

Jogos: 25
Vitórias do Cruzeiro: 14
Empates: 5
Vitórias da Ponte Preta: 6
Gols do Cruzeiro: 52
Gols da Ponte Preta: 24
Saldo de gols do Cruzeiro: 28

Retrospecto no Mineirão 

Os adversários se enfrentaram 11 vezes no Mineirão. O Cruzeiro venceu oito, empatou duas e perdeu apenas uma vez, com 32 gols feitos e nove sofridos.

Último jogo

A última vez que Cruzeiro e Ponte Preta se enfrentaram foi no dia 7 de outubro de 2017. A partida foi no Mineirão e a Raposa venceu por 2 a 1, com gols de Thiago Neves e Manoel, que seguirá como titular nesta quarta-feira.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO X PONTE PRETA

Motivo: 12ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2020
Horário: 19h15
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte
Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (CBF-AL)
Assistentes: Pedro Jorge Santos de Araujo (CBF-AL) e Wagner Jose da Silva (CBF-AL)

Cruzeiro 
Fábio; Daniel Guedes, Marllon (Ramón), Manoel e Matheus Pereira; Filipe Machado, Jadsom (Henrique) e Maurício; Airton, Arthur Caíke e Sassá (Marcelo Moreno). Técnico: Ney Franco.

Ponte Preta
Ivan; Apodi, Wellington Carvalho, Luizão e Ernandes; Luis Oyama (Dawhan), Neto Moura, Luan Dias, João Paulo e Bruno Rodrigues; Matheus Peixoto. Técnico: João Brigatti

Acompanhe a partida pela Rádio Eldorado Am 1300

 

 

 

SuperFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.