Cruzeiro x Avaí: Raposa quer encerrar semana de pressão com vitória e avançar na Série B

Times se enfrentam nesta sexta-feira

Quando Enderson Moreira ainda estava no Cruzeiro, o comandante fez uma projeção de que a Raposa demoraria em torno de 10 rodadas para ingressar na luta pelo acesso. Vivemos hoje a 11ª rodada. Enderson não durou oito jornadas do torneio à frente do clube, que é o 15º colocado, com oito pontos. O técnico mudou. Ney Franco vai para o seu terceiro jogo no Cruzeiro. O planejamento inicial também ficou no passado. E agora cabe ao clube uma resposta. E ela começa dentro de campo.

A Série B é entrega, como muitos jogadores vêm salientando. Que essa disposição comece na noite desta sexta-feira, quando às 21h30, no Mineirão, o time encara o Avaí, para se reabilitar após derrota para o CSA por 3 a 1, fora de casa.

A pressão é celeste. O goleiro Fábio, durante a semana, chegou a publicar um desabafo nas redes sociais sobre as cobranças. “Não meçam ou julguem a dor que sinto em ver o Cruzeiro como está, a minha vida nesses últimos 16 anos esteve entrelaçada ao Cruzeiro, então saibam que sinto sim a dor de um torcedor”, rebateu o camisa 1 celeste, com quase 900 partidas pelo clube.

Uma semana que começou com protestos na chegada a BH no domingo, manifestações na segunda, na porta da Toca da Raposa, e que ainda terá a presença de torcida, mesmo do lado de fora – pelo menos é o que pretendem por meio de mobilização nas redes sociais -, quando da chegada do time ao Mineirão na noite desta sexta-feira. “Hoje eu só quero que o dia termine bem. Na paz”, já dizia a música de Thiaguinho. É o que esperam torcida, jogadores, comissão técnica, diretoria e todos os envolvidos no Cruzeiro.

Adversário em crise 

Em 13º lugar, duas posições acima do Cruzeiro, o Avaí também vive um momento turbulento. Na última terça, o clube iniciou as conversas para a saída de seis a oito jogadores. A sacudida que os catarinenses resolveram dar após serem goleados pelo Sampaio Corrêa por 5 a 2 dentro de casa. Os nomes não foram revelados. O técnico Geninho deverá ter uma novidade, a estreia do meia Renatinho. O Avaí está sem vencer há quatro jogos (três derrotas e um empate).

Cruzeiro com desfalques 

Para o compromisso diante do Avaí, o Cruzeiro não vai contar com o zagueiro Léo (edema ósseo joelho direito), além do volante Jean (edema ósseo joelho esquerdo). Eles estão no DM, assim como o meia Marco Antônio (edema muscular coxa direita) e também o paraguaio Cáceres, que segue em tratamento (lesão joelho direito).

O time terá, no entanto, o retorno de Marcelo Moreno, que cumpriu suspensão. Para a vaga de Léo, Ney pode escolher entre Manoel, Marllon e Ramon. Já no meio, Machado e Cabral brigam pela posição de Jean. Para a lateral-direita, Rafael Luiz e Daniel Guedes disputam a titularidade.

Os emprestados que voltaram  

O torcedor cruzeirense ainda poderá ver o retorno de faces conhecidas. Marquinhos Gabriel pode figurar entre relacionados. Sassá e Zé Eduardo tiveram os contratos reativos e legalmente estão disponíveis para a partida contra o Avaí.

Mesma situação

O Cruzeiro voltará a enfrentar um time em ebulição na Série B. Apesar de não estar em uma posição tão difícil quanto Brasil de Pelotas e CSA estavam, o Avaí enfrenta problemas nos bastidores e a pressão da torcida por resultados. A fase ruim do time, que está há quatro jogos sem vencer, pode ser favorável à Raposa, mas o time celeste terá que igualar muito na vontade para evitar o que aconteceu diante de Brasil e CSA, equipes que eram lanternas quando cruzaram o caminho celeste e acabaram vencendo.

Curiosidade 

No ano passado, o 0 a 0 entre Cruzeiro e Avaí, no Mineirão, selou a queda do clube catarinense com cinco rodadas de antecedência. Mesmo com o resultado, os jogadores do Avaí celebraram o comportamento diante da Raposa, o que deixou boa parte da torcida catarinense revoltada.

ESTATÍSTICAS
Jogos: 12
Vitórias do Cruzeiro: 3
Empates: 8
Vitórias do Avaí: 1
Gols do Cruzeiro: 18
Gols do Avaí: 12
Saldo de gols do Cruzeiro: 6

FICHA TÉCNICA

Cruzeiro x Avaí   
Motivo: 11ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2020
Horário: 21h30
Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (CBF-RJ)
Assistentes: Thiago Rosa de Oliveira e Daniel do Espirito Santo Parro (CBF-RJ)

Cruzeiro 

Fábio; Rafael Luiz (Daniel Guedes), Cacá, Manoel (Marllon) e Matheus Pereira; Machado, Jadsom e Maurício; Airton, Arthur Caíke e Marcelo Moreno. Técnico: Ney Franco

Avaí 

Lucas Frigeri; Felipe, Rafael Pereira, Airton e Capa; Ralf, Jean Martim, Pedro Castro e Renatinho; Rildo e Gastón Rodríguez. Técnico: Geninho

Acompanhe a partida pela Rádio Eldorado Am 1300

 

SuperFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.