Cruzeiro: ‘Nossa queda não foi somente em 2019, vem há muito tempo’, afirma goleiro Fábio

Em uma entrevista com diversas declarações importantes, goleiro celeste ressaltou que dirigentes são os responsáveis pela situação do clube

O goleiro Fábio, do Cruzeiro, fez críticas contundentes à gestão celeste do ano passado e defendeu alguns jogadores que, segundo ele, fizeram cobranças à diretoria. As declarações foram dadas em entrevista coletiva nessa quinta-feira (24), em que o arqueiro ressaltou, porém, que os problemas na Raposa são ainda mais antigos e que os atletas não são os responsáveis pelas escolhas que o clube faz.

“A nossa queda não foi somente em 2019, isso já vem há muito tempo. Só estou falando agora porque é uma pergunta que colocaram, mas eu não precisava ficar externando o que fiz ao longo desses anos nos bastidores, o que outros jogadores fizeram, pedindo jogador, pedindo elenco forte para que não acontecesse”, afirmou.

Ele responsabilizou os dirigentes pela crise celeste que culminou com o rebaixamento para a Série B. “O que a gente pode cobrar se a gente não tem a caneta para assinar algumas coisas que aconteceram no ano passado? A gente cobrava muito, só que a gente não tem caneta para mandar embora esse ou aquele. A culpa é de quem tinha que proteger o Cruzeiro; era o presidente, o vice-presidente, os diretores, que tinham que ler contrato e ver se aquilo era positivo para o Cruzeiro ou não.”

O goleiro criticou, também, quem reclama que os jogadores mais experientes do elenco foram omissos. “Agora vem meia dúzia querer falar que a gente não fez nada e nego de fora falando isso e aquilo ‘ah, os mais velhos’. Não tem nem noção do que aconteceu aqui no ano passado, do que a gente fez para que o Cruzeiro não caísse. E ano passado não faltou cobrança dentro e fora do vestiário. Isso que vocês queriam escutar? Isso que é a verdade”, destacou.

“Mas o Cruzeiro não caiu somente por isso. Caiu porque achou que nunca ia cair. Em 2011 escapou, depois conseguiu quatro títulos e tudo fica encoberto, mas as coisas erradas já aconteciam há muito tempo”, completou.

 

Itatiaia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.