Cruzeiro fica no empate com o CRB e é eliminado da Copa do Brasil

Camisa 9 do time alagoano comprovou boa fase; Raposa até saiu à frente no placar, mas não teve força para buscar o resultado fora de casa

Após quatro anos seguidos chegando ao menos na fase semifinal da Copa do Brasil, conquistando nesse período dois títulos, o Cruzeiro vai acompanhar o restante do torneio nacional de casa. O maior campeão do certame acabou sofrendo mais uma vez com Léo Gamalho, que confirmou seu selo de algoz da Raposa ao marcar o gol do empate por 1 a 1 no segundo tempo e determinar a eliminação do time estrelado. Ele já havia feito dois na ida, no Mineirão. Dois milhões de reais de premiação para o Cruzeiro ficaram pelo caminho.

Pela primeira vez na história, o CRB avança à quarta fase da Copa do Brasil. Enquanto o Cruzeiro terá agora como único alvo na temporada a Série B do Brasileiro, com um clássico já no sábado, às 19h, contra o América, no Mineirão, e a necessidade de retomar a toada após três jogos seguidos sem vitória (dois pelo Brasileiro e um da Copa do Brasil).

O JOGO

A missão do Cruzeiro já era difícil. A derrota no mês de março, dentro do Mineirão, já pavimentava no imaginário do torcedor a certeza de que uma classificação seria um grande prodígio, ainda mais com oito desfalques, dentre eles de nomes importantes como o meia Régis e o atacante Marcelo Moreno.

Mas o torcedor do Cruzeiro confiou na possibilidade. O primeiro tempo foi de domínio estatístico do time na posse de bola: 57%, com sete finalizações, sendo que três delas foram em direção ao gol. A Raposa ainda teve um pênalti não marcado em Maurício após saída de Victor Souza.

O que faltou ao time foi a criação e também profundidade, algo que vem sendo recorrente, mas que com as baixas ficou ainda mais exposto em um jogo de extrema dificuldade. Mesmo assim, o time ainda conseguiu deixar a primeira etapa à frente, com um gol do criticado lateral-esquerdo Giovanni, aos 45 minutos. Um chute cruzado, que pareceu um cruzamento, mas que ganhou as redes.

Logo no início do segundo tempo, uma dividida de Jadsom e o lateral-esquerdo Igor, do CRB, paralisou a partida por 16 minutos. O atleta do time alagoano deixou a partida de ambulância. E logo quando o jogo foi retomado, o Cruzeiro foi mais uma vez marcado por Léo Gamalho, que fez seu 15º gol na temporada, o terceiro sobre o Cruzeiro, empatando o jogo após um escorregão de Léo dentro da área e o arremate preciso. Um resultado que ampliou a vantagem do CRB diante de uma Raposa que apresentou ao menos uma movimentação interessante com a entrada do atacante Airton, recém-contratado junto à Inter de Limeira.

O Cruzeiro até pode ter atacado, mas a maneira desorganizada e espaçada que isso aconteceu chamou a atenção mais uma vez. A conta da eliminação reflete lá no primeiro jogo, em março, mas o time celeste, em nenhum momento após o empate, deu indícios de que seria capaz de inverter o resultado.

 

 

SuperFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.