Cruzeiro: ‘A gente está criando uma casca nessa equipe’, analisa Enderson

Técnico reconheceu erros do time, mas apontou vontade em jogo que já deu a cara do que será a Série B

O Cruzeiro arrancou na Série B com uma vitória que já demonstrou a dificuldade do torneio. Um triunfo por 2 a 1 sobre o Botafogo-SP, conquistado aos 42 min da etapa final com um gol marcado pelo veterano Jean, uma das opções que Enderson Moreira possuía entre os suplentes.

O time ainda não está pronto. Os erros ainda são visíveis. O primeiro tempo contra o Botafogo-SP foi marcado por uma certa ansiedade do time, que careceu bastante no aspecto criativo, tendo um Régis apagado. Essa dificuldade no último passe foi citado por Enderson Moreira.

“A gente trabalha para buscar o resultado com energia, com força, é claro que eu particularmente acho que a gente errou muito principalmente no penúltimo passe ou na finalização. Às vezes a gente tinha bolas favoráveis para poder finalizar, para poder terminar a jogada, e acabamos não conseguindo. Tivemos bons cruzamentos na área. Mas acho que a equipe não se cansou de buscar o resultado. Acima de tudo foi merecedora dessa vitória”, apontou o treinador celeste.

O duelo foi o quarto de Enderson Moreira à frente da Raposa, e também foi o quarto resultado positivo. Mas, na avaliação do comandante, o jogo do último sábado teve um significado diferente e mostrou sinais importantes. Segundo o treinador, com partidas assim, o Cruzeiro ganha ‘casca’ em um jornada que apontará adversidades similares às que aconteceram no Mineirão diante da Pantera. O próximo rival já está na mira e será o Guarani, na terça-feira, em Campinas. O time iniciou a Série B sendo derrotado pelo CSA por 1 a 0.

“Acho que o gol no final, com essas dificuldades todas, nos traz mensagens muito importantes. A gente foi para um vestiário em que todos estavam felizes pelo resultado. Mas estamos pensando no próximo jogo que é terça-feira, que vai ser uma guerra, que vamos precisar nos qualificar mais, nos preparar mais, precisamos contar com um elenco recheado de bons jogadores, de atletas comprometidos com a nossa causa. Isso é muito importante. Tiramos lições que vão nos ajudar muito na sequência, a gente está criando uma casca nessa equipe”, analisou Enderson.

“Não é uma equipe montada só com jogadores renomados, é uma equipe com essa mescla e como equipe estamos criando essa casca, esse couro, essa proteção assim, de passar por momentos difíceis que o futebol proporciona e conseguir reagir. Isso foi muito importante”, acrescentou o técnico estrelado.

Guarani e Cruzeiro entram em campo na terça-feira, às 20h30, no estádio Brinco de Ouro da Princesa. Com o resultado sobre a Pantera, na último sábado, no Mineirão, a Raposa diminuiu para menos três pontos a punição que sofreu na Fifa pelo não pagamento de uma dívida com o Al-Wahda pela transferência do volante Denílson, em 2016.

 

SuperFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.