Troféu Inconfidência: FMF cancela final entre Cruzeiro e Uberlândia por causa da covid-19

13 casos de coronavírus foram registrados em profissionais do time do triângulo mineiro

A final do Troféu Inconfidência entre Cruzeiro e Uberlândia, inicialmente marcada para esta quarta-feira, foi cancelada pela Federação Mineira de Futebol (FMF). A decisão foi tomada pela entidade para preservar a saúde dos atletas, já que 13 casos de coronavírus foram registrados em profissionais do time do triângulo mineiro. Uma nova data deverá ser anunciada pela entidade.

Na decisão, a FMF cita que “não há tempo hábil para a realização de contraprova para se confirmar tais diagnósticos”. A entidade também ressalta a obrigação assumida de “cumprir procedimentos rigorosos com o intuito de obter um maior controle no combate à contaminação causada pelo vírus e a prevenção diante do alto risco de propagação e contaminação em massa, dando prioridade absoluta à integridade física dos jogadores, membros de comissões técnicas, árbitros e demais profissionais envolvidos”.

Por meio do Twitter, o Cruzeiro diz que concordou com a não realização da partida em solidariedade à equipe do Uberlândia. “Nosso posicionamento em relação à pandemia sempre foi o de se preservar a saúde e a vida de todos os profissionais envolvidos, seguindo todas as orientações de protocolo das autoridades”.

“Ficamos no aguardo das eventuais novas deliberações por parte da FMF e aproveitamos para desejar pronta recuperação aos atletas do Uberlândia”, completa o clube.

Testes positivos no Uberlândia

Nessa terça-feira, mais cinco jogadores do Uberlândia testaram positivo para coronavírus, totalizando nove no clube. São eles: Rogério (zagueiro); Plínio (zagueiro); Erick (volante); Zé Vitor (zagueiro); Clebinho (meia). Já estavam afastados por causa do vírus: Alex (goleiro), Luiz Alexandre (volante), Breno (meia atacante) Dija Baiano (atacante).

Também com coronavírus, estão outros quatro profissionais do clube: João Luiz (massagista) e Giovanni Mendes (fotógrafo), Paulo Edson (roupeiro) e Fabrício Tavares (diretor de futebol).

 

Itatiaia

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.