Cruzeiro esclarece ‘caso Fred’

De acordo com nota oficial, o time estrelado se valeu de argumentos técnicos para refutar a pretensão do atleta ao recebimento da multa

A multa pleiteada por Fred é de quase R$ 70 milhões, e envolve diversas situações pedidas pelo jogador, que apontou o clube como responsável pela inadimplência de pagamentos.

“A defesa apresentada na reclamação trabalhista do jogador rechaça, com o devido respeito, a decisão que acolhe a rescisão indireta, na qual o atleta tenta impor responsabilidade ao clube”, diz a Raposa no comunicado, apontando ainda a medida que acrescenta Itair Machado e Wagner Pires, ex-dirigentes do Cruzeiro, como responsáveis solidários na ação.

“O que ocorreu no caso foi o rompimento contratual por vontade do próprio jogador, que tentou se valer do mecanismo da rescisão indireta para buscar a multa contratual, multa esta que o Cruzeiro considera irresponsável e posta no contrato de trabalho de forma injustificada, razão pela qual os ex-dirigentes são chamados ao processo”, acrescentou o clube.

O Cruzeiro ainda alega que Fred, antes mesmo de ingressar com uma ação judicial contra a Raposa, já negociava sua ida para outro clube.

“A defesa demonstrou, de forma objetiva, que o atleta já estava, antes mesmo de qualquer pedido na Justiça do Trabalho, em clara e avançada negociação com outro clube de futebol. Portanto, já se configurava evidente a intenção do jogador em romper seu contrato com o Cruzeiro”, finaliza o clube.

A questão do retorno de Fred passou a ser discutida pela torcida. Caso a justiça dê parecer favorável ao Cruzeiro na reconsideração da liminar que concedeu ao camisa 9 tutela de urgência, o vínculo do atleta seria restabelecido com o time celeste.

 

SuperFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.