Quem joga no Cruzeiro? Contratação de Claudinho esquenta disputa meio

Enderson Moreira tem decisão para tomar na formação da equipe celeste

A formação do Cruzeiro que entrará em campo no próximo dia 26, diante da URT, pelo Estadual, é cercada de mistérios. Para a partida que marcará o reinício do calendário para a Raposa, as novidades poderão ser observadas desde o banco de reservas, com Enderson Moreira na vaga de Adilson Batista. O ex-treinador foi demitido logo após o último jogo antes da paralisação em função da coronavírus – derrota por 1 a 0 para o Coimbra, em 15 de março, no Independência.

Dentro de campo, muitas caras novas também poderão ser vistas. Mas uma disputa em especial deverá chamar atenção: quem formará o trio de meio-campo? Além de Maurício e Régis, que já treinam com o novo comandante desde o retorno dos trabalhos na Toca da Raposa II, em 26 de maio, o Cruzeiro se reforçou com o meia Claudinho, que se destacou no Campeonato Paulista pela Ferroviária de Araraquara.

Embora tenham algumas características diferentes, Claudinho atua, assim como Maurício e Régis, preferencialmente centralizado.

“O Claudinho tem facilidade para trabalhar tanto por dentro quanto pelos lados. Mas eu o aproveitava mais por dentro por entender que ele tem mais liberdade para fazer a movimentação. No corredor, ele ficaria restrito a um espaço mínimo. Pela qualidade que ele tem a gente não pode desperdiçar”, avaliou Sérgio Soares, ex-treinador do atleta, em entrevista à Rádio Itatiaia.

O próprio jogador reforçou a versão do ex-treinador, mas se colocou à disposição para atuar também pelos lados do campo. “Eu estava jogando centralizado, mas faço pelos lados também. Ele (Sérgio Soares) me dava total liberdade para cair pelas pontas”, comentou Claudinho.

No primeiro esboço de time apresentado por Enderson Moreira, durante treino transmitido pelo Cruzeiro no último dia 3, Maurício e Régis atuaram como titulares. O primeiro como um armador mais clássico, centralizado, e o segundo caindo pelas pontas.

Em entrevista concedida em meados de março, porém, Enderson apontou que utilizaria Régis mais como um segundo homem de ataque. “Acho que o Régis tem característica diferente (do Maurício). Ele é mais vertical, joga na direção do gol. Ele não é armador. Ele joga no último terço ofensivo. Acho interessante”, avaliou.

Vale lembrar, no entanto, que para o primeiro jogo, diante da URT, Enderson Moreira não poderá contar com Maurício e Jadsom. A dupla recebeu o terceiro cartão amarelo na partida diante do Coimbra e precisará cumprir suspensão automática. Desta forma, Claudinho e Regis poderiam ser utilizados na equipe titular.

Para os lados de campo, Enderson ainda tem à disposição no elenco o recém-contratado Guilherme, Iván Angulo – que também ainda não estreou e deverá ser titular -, além dos jovens Stênio, Riquelmo e Welinton.

 

Superesportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.