Henrique é reapresentado no Cruzeiro e pede perdão à torcida

“Se eu desapontei o torcedor pelo ano passado, me perdoem, sou falho, sou humano”, disse o volante, em live do presidente Sérgio Santos Rodrigues

Em seu retorno ao Cruzeiro, o volante Henrique, de 35 anos, pediu perdão aos torcedores celestes pelo desempenho apresentado no ano passado, quando o clube caiu de forma inédita à segunda divisão do Campeonato Brasileiro. Emocionado, o jogador afirmou durante live do presidente Sérgio Santos Rodrigues que a saída da Raposa foi uma tentativa de escape, de retirar as cargas negativas do triste episódio, mas as coisas não aconteceram da forma que Henrique imaginava. Sua alma, de acordo com o atleta, ficou no clube celeste.

“Feliz e muito emocionado, porque voltar para o Cruzeiro, como o Léo e o Fábio falaram, é estar em lugar de onde eu não deveria ter saído. Às vezes agimos por impulso, por pensar que as caragas que carregamos no ano passado foram muito pesadas, e a gente achou que saindo foi uma solução, mas não é real. O corpo foi, mas a alma ficou. E aqui está um cara de coração aberto, errei e sei das minhas falhas e dos meus erros. Peço perdão por esses erros, e estou aqui de coração aberto”, disse Henrique.

O jogador prometeu ainda um ‘novo Henrique’ e ressaltou ao torcedor às lembranças e características que sempre apresentou durante sua passagem pelo clube, de um jogador aguerrido e que buscava representar as cores do time. Henrique foi um dos jogadores mais criticados pelas atuações na queda e sua saída para o Fluminense marcou ainda mais esse momento. O experiente camisa 8, no entanto, não conseguiu ser titular no time carioca, sendo preterido por outras peças como Hudson e Yago Felipe.

“Desde que você (presidente Sérgio Santos Rodrigues) falou para estar aqui, disse que o coração falaria mais alto. Estar aqui é um momento de muita alegria e satisfação. Se eu desapontei o torcedor pelo ano passado, me perdoem, sou falho, sou humano, tenho as minhas parcelas sim, mas vocês viam o tanto que eu lutava, me dedicava, infelizmente aconteceu essa tragédia com o Cruzeiro, mas eu volto neste momento de construção, porque eu sei que o clube tem que voltar à Série A, Muito obrigado por essa confiança, e peço a todas as pessoas me perdoem se deixei de cumprir com vocês. Está aqui um novo Henrique, um novo homem, que vai buscar uma construção boa para o Cruzeiro”, finalizou o atleta.

Henrique é o oitavo jogador que mais vestiu a camisa do Cruzeiro. Foram 516 jogos, com 11 títulos conquistados, sendo capitão na conquista do bicampeonato consecutivo inédito da Copa do Brasil.

 

SuperFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.