Dois jogadores que retornaram seguem com futuro indefinido no América

Cedidos ao Villa Nova, zagueiro Sabino e meia Guilherme Borges voltaram após empréstimo, mas não devem permanecer no Coelho 

Com a paralisação do futebol, por conta da pandemia do novo coronavírus, o Villa Nova preferiu não renovar o contrato de seus jogadores, e dois atletas que pertencem ao Coelho, retornaram ao América: zagueiro Sabino e o meia Guilherme Borges. Nascidos no ano de 1999, os dois atletas, com passagem pelo sub-20 da equipe americana, já não têm mais idade para serem aproveitados nos juniores.

Cedidos ao Villa para a disputa do Mineiro, Sabino atuou em quatro partidas, enquanto o meia Guilherme Borges não chegou a fazer sua estreia com a camisa do Leão do Bonfim. Os dois jogadores possuem vínculo com o Coelho até o fim de 2020 e, segundo a assessoria do clube, devem ter o futuro definido após o retorno do calendário do futebol.

Por outro lado, os outros dois atletas que retornaram ao América já foram integrados ao elenco do técnico Lisca. Os atacantes Marcelo Toscano e Felipe Azevedo finalizaram o empréstimo com o Mirassol e Água Santa-SP, respectivamente. No Paulista, Toscano participou de cinco jogos e passou em branco na artilharia. Já o Felipe Azevedo marcou um gol pelo Água Santa, em nove partidas oficiais.

Super.FC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.