Guarda Municipal interrompe churrasco com 60 pessoas na sede da Mafia Azul

Por causa da pandemia pelo novo coronavírus (Covid-19) estão proibidos os eventos com aglomerações de pessoas

A Guarda Municipal de Belo Horizonte interrompeu, na noite dessa terça-feira (5), um churrasco que acontecia na sede da Mafia Azul, no Barro Preto, região Centro-Sul de Belo Horizonte. De acordo com a assessoria de imprensa da Guarda, cerca de 60 pessoas participavam da festa. O evento foi denunciado por moradores da região.

Era por volta de 23h quando os guardas chegaram na sede e interromperam o evento. Moradores filmaram a ação dos guardas e criticaram a festa. Os participantes do churrasco montavam cestas básicas que seriam doadas posteriormente, quando os guardas chegaram ao local.

“Os participantes foram orientados a encerrar o encontro e deixaram o local, que teve as portas fechadas. Não foi necessário o recolhimento do alvará, já que não houve resistência”, informou a guarda.

Por causa da pandemia pelo novo coronavírus (Covid-19) estão proibidos os eventos com aglomerações de pessoas para não disseminar a doença. A maioria dos participantes do churrasco não usavam máscara. Um boletim de ocorrência foi registrado.

Super.FC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.