Em silêncio, Dudamel, Rui e Marques desembarcam com jogadores do Atlético em BH

Trio foi demitido após eliminação do time na segunda fase da Copa do Brasil e terá contratos finalizados a partir desta sexta-feira

Em silêncio, o técnico Rafael Dudamel, o diretor de futebol Rui Costa e o gerente Marques desembarcaram ao lado dos jogadores do Atlético na noite desta quinta-feira, no Aeroporto Internacional de Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Demitidos após a eliminação da equipe na segunda fase da Copa do Brasil para o Afogados, os três não farão oficialmente mais parte do grupo de funcionários do clube alvinegro a partir desta sexta-feira.

Ninguém quis falar com os jornalistas que estavam no aeroporto. Rui Costa e Marques entraram com os jogadores no ônibus do Atlético e prometeram dar entrevistas em outra oportunidade. Dudamel, por sua vez, não seguiu com a delegação e pegou um carro particular.

Poucos atleticanos acompanharam o momento. Os que estavam no aeroporto protestaram. Na saída do ônibus, torcedores rivais provocaram, com gritos de “eliminado“.

Com atraso de 25 minutos em relação ao horário previsto inicialmente, o voo com a delegação do Atlético aterrissou em solo mineiro por volta das 21h30. A viagem começou às 15h10, quando a delegação deixou Afogados da Ingazeira, interior de Pernambuco. De lá, fez conexão no Recife e em seguida partiu para Belo Horizonte.
Os jogadores se reapresentam na tarde desta sexta-feira, na Cidade do Galo, para o início da preparação para o jogo contra o Boa Esporte, pela sétima rodada do Campeonato Mineiro.
Os responsáveis por comandar o time nos treinamentos e na partida serão o auxiliar James Freitas e o analista de desempenho Lucas Gonçalves. Atlético e Boa Esporte se enfrentam a partir das 19h deste domingo, em Varginha.

Demissões

Além de Rui, Marques e Dudamel, também foram demitidos quatro homens de confiança do técnico venezuelano: o auxiliar Marcos Mathías, o preparador físico Joseph Cañas, o analista de desempenho Rodrigo Piñón e o coach motivacional Jeremias Álvarez. Todos estavam na delegação alvinegra.
Eles foram demitidos pelo presidente Sérgio Sette Câmara na madrugada desta quinta-feira, menos de duas horas depois de o Atlético ser eliminado para o modesto Afogados na segunda fase da Copa do Brasil. Após empate no tempo regulamentar, o time alvinegro foi batido nos pênaltis por 7 a 6.
Da redação:superesportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.