Com formação reserva, Atlético empata com Tombense e perde liderança do Mineiro

Galo tropeça no Independência e amarga segundo jogo sem vitória no Estadual

Com os titulares poupados para a estreia na Copa Sul-Americana, o Atlético tropeçou diante do Tombense, neste domingo, no Independência, pela quarta rodada do Campeonato Mineiro. O Galo empatou por 1 a 1, ouviu novamente vaias no Horto e perdeu a liderança do Estadual. O zagueiro Matheus Lopes abriu o placar para o Carcará, aos 23 minutos do primeiro tempo. O gol atleticano saiu em belo chute de Marquinhos, aos 15min da etapa final.

Este foi o segundo empate seguido do Atlético na competição. O resultado deixa o Alvinegro com oito pontos, na segunda colocação, já que o Cruzeiro venceu o Tupynambás e assumiu a ponta. O Tombense fica na sétima colocação, com cinco pontos e um jogo a menos.

O desafio seguinte do Atlético é pela Sul-Americana. Nesta quinta-feira, o Alvinegro encara o Unión, em Santa Fé, na Argentina, pela primeira fase do torneio. A equipe de Rafael Dudamel volta a campo pelo Mineiro no próximo domingo, às 18h, contra a URT, em Patos de Minas. Já o Tombense enfrenta a Patrocinense no sábado que vem, às 16h, em Tombos, pela quinta rodada do Estadual.

O JOGO – Apesar do maior controle da bola, o Atlético teve dificuldades na criação de jogadas no primeiro tempo. O time da casa chegou com perigo pela primeira vez aos 14 minutos. Ricardo Oliveira roubou a bola na intermediária e lançou para Marquinhos. O meia arriscou da entrada da área, mas mandou à esquerda da meta de Felipe Garcia. Aos 23 minutos, o Tombense aproveitou cobrança de falta para abrir o placar no Horto. João Paulo, da ponta direita, levantou para a área. O zagueiro Matheus Lopes passou pela marcação de Lucas Hernández e, na marca do pênalti, tocou de cabeça, na saída de Michael: 1 a 0. Câmeras da transmissão da partida apontaram impedimento no lance.

O Atlético não aumentou tanto o ritmo após o gol sofrido, mas construiu duas chances claras para empatar o jogo. Em lance de escanteio, aos 27 minutos, Ricardo Oliveira saltou na primeira trave e desviou de cabeça. Felipe Garcia pulou no cantinho esquerdo e fez excelente defesa. A três minutos do fim da etapa inicial, o centroavante alvinegro voltou a aparecer, recebeu passe de Marquinhos e fez o pivô para Borrero, que completou de primeira. A finalização do colombiano, estreante no Galo, saiu por cima, com perigo.

Em busca do empate, o Atlético pressionou desde o início do segundo tempo. Aos 4min, Marquinhos avançou pela ponta direita e lançou rasteiro para Ricardo Oliveira, na área. O camisa 9 chutou em cima do goleiro e desperdiçou outra boa chance. Pouco depois, Adriano arriscou de longe e mandou para fora.  Bastante participativo no ataque, Marquinhos igualou o placar com belo gol, aos 15 minutos. O meia-atacante, agora pelo lado esquerdo, recebeu inversão de Allan, avançou, puxou para dentro e, na risca da área, soltou a bomba. A bola entrou no ângulo direito de Felipe: 1 a 1.

A pressão atleticana continuou. Aos 25min, Borrero tabelou com Hyoran, invadiu a área, mas finalizou sobre o travessão. Apenas dois minutos depois, em jogada semelhante à do primeiro gol, foi lançado por Hyoran na ponta esquerda e bateu colocado. Felipe fez outra boa defesa na partida e espalmou para fora. Hyoran e Allan também desperdiçaram outras oportunidades de gol. Aos 42min, o Atlético ainda reclamou pênalti em cima de Patric.

ATLÉTICO 1 X 1 TOMBENSE

Atlético: Michael; Patric, Igor Rabello, Maidana e Lucas Hernández; Ramón Martínez (Zé Welison) e Adriano (Allan);

Bruninho (Hyoran), Marquinhos e Dylan Borrero; Ricardo Oliveira.

Técnico: Rafael Dudamel.

Tombense: Felipe Garcia; David, Admilton, Matheus Lopes e João Paulo; Rodrigo, Ibson e Marquinhos (Matheus Claudino);

Cássio Ortega, Gersinho (Da Silva) e Rubens (Maycon Douglas).

Técnico: Eugênio Souza.

Gols: Matheus Lopes (Tombense), aos 23’do 1ºT; Marquinhos (Atlético, aos 15’ do 2ºT

Cartões amarelos: Igor Rabello, Ramón Martínez (Atlético); Marquinhos, Felipe Garcia, Rodrigo (Tombense)

Local: estádio Independência, em Belo Horizonte

Data: 2 de fevereiro de 2020 Motivo: quarta rodada do Campeonato Mineiro

Árbitro: Murilo Francisco Misson Junior (CBF)

Assistentes: Marconi Helbert Vieira (CBF/MG) e Felipe Alan Costa (CBF/MG)

Público: 10.209

Renda: R$ 106. 440,00

Fonte: Superesportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.