Sérgio Nonato, ex-dirigente do Cruzeiro, é hostilizado em bar de Belo Horizonte

Serginho, como é conhecido, fez um boletim de ocorrência para registrar o ocorrido

O ex-diretor-geral do CruzeiroSérgio Nonato, de 54 anos, foi hostilizado em um bar do bairro Carlos Prates, região noroeste de Belo Horizonte.

Serginho, como é conhecido o dirigente, fez um boletim de ocorrência às 21h52 dessa quarta-feira afirmando que oito pessoas tentaram agredi-lo.

“Solicitante informa que se encontrava na rua Passos esquina com rua Bom Sucesso, e que em dado momento um grupo de cerca de oito indivíduos começaram a hostilizá-lo e tentaram agredi-lo fisicamente. Diante da situação, a vitima se retirou do local e, temendo futuras agressões, efetuou este registro”, diz o boletim de ocorrência.

A reportagem ligou para Serginho nesta quinta-feira, mas ele não atendeu. A Polícia Militar confirmou as informações do boletim de ocorrência.

Serginho é um dos responsáveis por jogar o Cruzeiro na maior crise de sua história. O ex-gestor é investigado pela Polícia Civil e pelo Ministério Público por possíveis irregularidades na administração do clube.

Ao lado de Itair Machado, Serginho foi o principal mentor do ex-presidente Wagner Pires de Sá. Eles coordenaram a campanha de Wagner na eleição do clube no fim de 2017.

Com a vitória no pleito, a dupla foi nomeada para cargos estratégicos dentro da gestão. Itair como vice de futebol, mas com autonomia para tomar decisões em outras áreas. Serginho foi primeiro diretor de comunicação e depois, diretor-geral.

Serginho chegou a ganhar R$ 125 mil quando assumiu a direção-geral do Cruzeiro.

Da redação:superesportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.