América aposta na força do Horto para se manter ‘na cola’ do G4 da Série B

Após deixar Goiânia com um ponto na bagagem, Coelho se prepara para desafios diante de Ponte Preta e Paraná

Após o heroico empate contra o Atlético-GO, em Goiânia, o América passa, agora, a pensar na sequência de jogos em casa pela Série B do Campeonato Brasileiro. Às 19h do próximo sábado (02), o Coelho recebe a Ponte Preta no Independência, pela rodada 32. Três dias depois, o adversário é o Paraná. Vencer os dois compromissos em casa é fundamental para manter o alviverde vivo na briga pelo acesso à Série A. O último revés no Horto ocorreu em julho, contra o Dragão — derrota por 2 a 1. Desde então, o América soma oito vitórias e um empate em seus domínios.
Os triunfos no Independência foram essenciais para a arrancada do Coelho na competição. O time terminou a rodada 12 — quando perdeu pela última vez no Horto — amargando a lanterna. Dezenove partidas depois, o América deixou para trás o fantasma do rebaixamento e, agora, se permite sonhar com a elite do futebol brasileiro. Com 48 pontos, os comandados do técnico Felipe Conceição ocupam o 5° lugar.

As ‘vítimas’ do América

Desde a derrota em casa para o Atlético-GO, o Coelho derrotou diversos times em Belo Horizonte. Londrina, Cuiabá, Guarani, Criciúma, Brasil-RS, CRB, Bragantino e Vila Nova sucumbiram à força do América no Horto. O único time que conseguiu arrancar pontos do Coelho em casa no período foi o Operário-PR. O Fantasma segurou o ímpeto ofensivo dos donos da casa e a partida terminou sem gols.

Pensar ‘jogo a jogo’

Embora seja animadora, a série de bons resultados em casa não fazer o técnico Felipe Conceição abandonar a ideia de pensar ‘jogo a jogo’. Para o treinador, o começo ruim de Série B obriga o Coelho a não traçar projeções a longo prazo.
“Não posso pensar nos dois, tenho que pensar na Ponte, o próximo jogo. Nós fizemos isso desde o início, então vamos continuar, porque a cada jogo é uma decisão. Você pode ter certeza que hoje (sexta), foi um aprendizado grande e trouxe mais casca e mais força para a nossa equipe”, concluiu, mencionando o poder de reação dos jogadores na busca pelo empate.

O ‘divisor de águas’

A vitória que inaugurou a boa fase do América na Série B — 4 a 3 sobre o Londrina, em 6 de agosto — foi, justamente, o primeiro triunfo da equipe em casa nesta edição do Campeonato Brasileiro. Naquele dia, o gol da vitória, marcado por Zé Ricardo, saiu já nos instantes finais, aos 40 minutos do segundo tempo.

Nas cinco partidas anteriores, o time perdeu quatro vezes e empatou uma. A goleada por 4 a 0 sofrida para o Figueirense ocasionou, inclusive, a queda de Maurício Barbieri do comando técnico

A sequência ‘quase perfeita’

Veja, abaixo, a sequência invicta do alviverde dentro do Independência:

América 4 x 3 Londrina — 06/08

América 2 x 1 Cuiabá — 17/08

América 3 x 2 Guarani — 25/08

América 0 x 0 Operário-PR — 31/08

América 2 x 1 Criciúma — 10/09

América 2 x 0 Brasil-RS — 24/09

América 1 x 0 CRB — 03/10

América 2 x 0 Bragantino — 08/10

América 2 x 0 Vila Nova — 15/10

Guilherme Peixoto /Superesportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.