América oficializa reclamação à CBF sobre polêmicas envolvendo arbitragem

Clube pediu retorno formal sobre a atuação da arbitragem na derrota para o Coritiba, por 2 a 1

América enviou um ofício à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) sobre as polêmicas envolvendo a arbitragem na derrota alviverde para o Coritiba por 2 a 1, pela 25ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O clube solicitou uma análise técnica e um retorno formal sobre a atuação da arbitragem na partida.
O dono do apito no confronto foi Marcelo de Lima Henrique (RJ), junto dos assistentes Michael Correia (RJ) e Andréa Izaura Maffra Marcelino de Sá (RJ). Com erros para ambas equipes, o trio carioca foi criticado ao término do jogo.

Erros

O primeiro erro da arbitragem aconteceu aos 12 minutos. Após cobrança de escanteio do lado esquerdo, o zagueiro Pedrão cabeceou para fora. Porém, enquanto a bola viajava, Ricardo Silva foi puxado pela camisa. O árbitro Marcelo de Lima Henrique viu o lance, mas nada marcou.
Em lance na área americana, aos 23 minutos, o atacante Rodrigão, do Coxa, teve a camisa puxada por Leandro Silva. O árbitro, mais uma vez, errou ao não marcar pênalti. 
No início da etapa final, logo aos 2 minutos, mais um erro da arbitragem. Robson foi derrubado por Ricardo Silva dentro da área. Dessa vez, o juíz marcou pênalti. Ironicamente, não houve falta do jogador americano no lance.

Confira o comunicado oficial do América na íntegra:

Nesta segunda-feira, a Diretoria de Futebol do América FC enviou ofício à Comissão de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), tendo como destinatário o presidente desta Comissão, Leonardo Gaciba. No documento, o América FC externa sua insatisfação com a arbitragem da partida entre Coritiba-PR e América, realizada no último sábado, no Estádio Couto Pereira, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.
O ofício destaca, com o suporte de imagens da transmissão do jogo, equívocos técnicos do árbitro Marcelo de Lima Henrique (CBF/RJ) que influenciaram diretamente no resultado de campo. Entre os erros estão uma penalidade não marcada a favor do América FC, uma interferência do árbitro sobre um atleta americano na origem do primeiro gol do Coritiba-PR e uma penalidade não existente assinalada para o time paranaense, posteriormente convertida em gol.
O documento foi assinado por Marcus Salum, Presidente do Conselho de Administração, e Paulo Bracks, Diretor de Futebol. O América FC solicitou à Comissão de Arbitragem da CBF uma análise técnica e um retorno formal sobre a atuação da arbitragem na partida em questão.
Antes desse ofício, o América FC enviou outros dois reclamos à Comissão de Arbitragem da CBF nesta Série B. Nos dois casos, o Clube recebeu retorno formal da entidade concordando com as alegações feitas e assumindo os erros prejudiciais ao América FC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.