Após homenagem no Atlético, Ronaldinho Gaúcho janta com Kalil e filhos em BH

Astro reencontra ex-dirigente que o contratou e é tratado com carinho

Depois de receber homenagem do Conselho Deliberativo do Atlético, na sede administrativa em Lourdes, Ronaldinho Gaúcho se encontrou com o ex-presidente do clube e atual prefeito de BH, Alexandre Kalil. O astro foi presença em um jantar oferecido pelo ex-dirigente alvinegro e os filhos, para fechar a breve passagem pela capital mineira na noite desta segunda-feira.

Por meio do Twitter, Kalil registrou o encontro em uma imagem e saudou a visita de Ronaldinho Gaúcho. O craque e ídolo da torcida do Galo foi tratado como um filho pelo ex-dirigente. “Filhos filando jantar do papai. Adivinhem qual deles deu mais trabalho e mais alegrias”, postou o prefeito de BH, ao lado dos filhos, Felipe, João Luís e Lucas, e o comandante da conquista do Atlético na Copa Libertadores de 2013.
Ronaldinho Gaúcho foi contratado por Kalil em junho de 2012, sem alarde, o que causou surpresa na mídia e no mundo do futebol. Em diversas entrevistas, o astro ressaltou o carinho pelo então presidente, chamando-o de ‘papai Kalil’, em tom bem-humorado. Em 88 partidas pelo Galo, R 10 marcou 28 gols e foi líder do grupo campeão da Libertadores de 2013 e da Recopa, em 2014. Ele ainda conquistou o Campeonato Mineiro de 2013.
MEDALHA DE MÉRITO
Ronaldinho recebeu do Conselho Deliberativo a Medalha de Mérito do Clube Atlético Mineiro. O eterno ídolo alvinegro chegou com atraso à cerimônia, no auditório da sede do Galo em Lourdes. Antes de R 10, chegaram ao local a mãe do ex-jogador, Dona Miguelina, também homenageada pelo clube, o irmão Assis e o sobrinho Diego. Outros agraciados pelos conselheiros foram o ex-volante Pierre e o meio-campo Leandro Donizete, chamado pela torcida de ‘General Alvinegro’, integrantes da vitoriosa equipe campeã da Libertadores em 2013.
HISTÓRIA
O ex-craque defendeu o Galo entre 2012 e 2014. No primeiro, foi vice-campeão brasileiro. Em 2013, atingiu o auge, com as conquistas do Mineiro e da Copa Libertadores. Na temporada seguinte, venceu a Recopa Sul-Americana. Na sequência da carreira, R10 atuou por Querétaro do México (2014/15) e Fluminense (2015).
Em janeiro do ano passado, R10 oficializou a sua aposentadoria. Desde então, ele roda o mundo, participa de eventos beneficentes e divulga produtos de várias marcas. No começo de setembro, o ex-craque foi nomeado embaixador do turismo do governo do Brasil, a convite feito pelo presidente Jair Bolsonaro.

Da redação:superesportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.