Em jogo corrido, com gols perdidos, Cruzeiro e Ceará ficam no empate

As duas equipes procuraram o gol, mas fase de ambos não permitiu que a bola estufasse as redes. O empate tira a Raposa provisoriamente do Z4 do Brasileirão

Cruzeiro e Ceará ficaram empatados por 0 a 0 em duelo válido pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, nesta quarta-feira, 25 de setembro, na Arena Castelão, em Fortaleza.

A igualdade foi menos ruim para a Raposa, que chegou aos 19 pontos, deixando provisoriamente a zona do rebaixamento. Para a equipe cearense, foi o sétimo jogo sem vencer, vendo os rivais abaixo na tabela se aproximando.

A partida foi movimentada, com chances para ambos os lados, mas o mau momento das duas equipes ficou evidente em lances que deveriam ter virado gols. Ceará e Cruzeiro pecaram muito nas finalizações, o que impediu o grito de gol no jogo do Castelão.

Time bem postado

O início de jogo do Cruzeiro mostrou que a postura demonstrada diante do Flamengo permaneceu. Pelo menos no primeiro tempo. A equipe montada por Rogério Ceni marcou bem, foi com força ao ataque, mesmo com alguns erros de passes, um problema crônico do time. O Ceará ficou a maior parte do tempo se defendendo, o que mostrou o bom posicionamento cruzeirense em campo.

Muitas chances perdidas

Se o time estava postado com firmeza em campo, não soube transformar o domínio em gols. Foram pelos menos quatro chances claras, com Robinho, Pedro Rocha, Marquinhos Gabriel e Éderson. Não se pode perder essa quantidade de chances na atual fase do time.

Pedro Rocha sai machucado

O atacante estava sendo uma boa arma pelo lado direito do Cruzeiro, mas se machucou e deu lugar para Fred aos 24 minutos. Uma, pena, pois David, pelo lado esquerdo, mais uma vez foi uma nulidade no ataque estrelado.

Erros de passes persistem

A Raposa fez um bom primeiro tempo, mas continua a errar muitos passes. Em duas situações a falha no toque para o colega time resultou em contra-ataques do Ceará. Um passe mal dado por Orejuela sintetizou como a equipe ainda peca nesse fundamento.

Dedé é entortado, mas Fábio salva mais uma vez

O zagueiro da Raposa levou dois dribles de Matheus Gonçalves, que bateu bem, mas Fábio salvou. O Ceará pegou o rebote, mas o goleiro fez outra defesa e, por fim, a bola bateu na trave e saiu. Alívio celeste.

Erro quase fatal

Outro erro de passe do Cruzeiro, dessa vez de Dedé no meio de campo, proporcionou um contra-ataque quase mortal, com Matheus Gonçalves perdendo um gol cara a cara com Fábio.

Segundo tempo cearense

O Ceará se arrumou no intervalo e conseguiu ficar com a bola no campo do Cruzeiro, criando algumas boas chances de gol. Se tivesse atacantes um pouco mais qualificados, teria aberto o placar diante da Raposa.

Agenda dos clubes

O Cruzeiro volta a campo na segunda-feira, 30 de setembro, às 20h, contra o Goiás, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia. Já o Vozão terá pela frente o Atlético-MG, domingo, 29, às 19h, no Independência. Os dois jogos são pela 22ª rodada do Brasileiro.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ 0 x 0 CRUZEIRO
​​Estádio: Arena Castelão -Fortaleza (CE)
Data-hora: 25 de setembro de 2019, às 19h15(de Brasília)
Árbitro: Braulio da Silva Machado(SC)
Assistentes: Helton Nunes e Éder Alexandre (SC)
Árbitro de vídeo: Rafael Traci (SC)
Cartões Amarelos: Fabrício Bruno, Fred(CRU), Leandro Carvalho, Samuel Xavier(CEA)
Cartões Vermelhos: –
Público e renda: não divulgados

CEARÁ: Diogo Silva, Samuel Xavier, Tiago Alves, Valdo, Thiago Carleto, Fabinho, Ricardinho, Thiago Galhardo, Felipe Baxola, Leandro Carvalho(Wescley, aos 43’-2ºT) e Bergson(Felippe Cardoso, aos 24’-2ºT). Técnico: Enderson Moreira.

CRUZEIRO: Fábio; Orejuela, Dedé, Fabrício Bruno e Egídio; Henrique, Éderson, Marquinhos Gabriel e Robinho(Ezequiel, aos 14’-2ºT); David(Maurício, aos 28’-2ºT) e Pedro Rocha(Fred, aos 26’-1ºT).Técnico: Rogério Ceni

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.