Cruzeiro x Flamengo: Dedé inicia transição e poderá ficar à disposição de Rogério Ceni

Zagueiro do clube celeste se recuperou de entorse no tornozelo direito

Cruzeiro poderá ter pelo menos um de seus titulares na formação da zaga para o jogo diante do Flamengo, neste sábado, às 17h, no Mineirão. Dedé se recuperou de entorse no tornozelo direito, sofrido na derrota por 3 a 0 pelo Internacional, na Copa do Brasil, e iniciou transição para a preparação física nesta terça-feira.

Fora dos dois últimos jogos do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro – derrotas para Grêmio (4 a 1) e Palmeiras (1 a 0) -, o zagueiro foi orientado pelo preparador físico Danilo Augusto na Toca da Raposa II. Ele participou normalmente do aquecimento com os demais companheiros e foi elogiado pelo profissional do Cruzeiro. Num segundo momento, o defensor trabalhou ao lado do fisioterapeura Charles Costa.

Vale lembrar que Rogério Ceni já não terá Leo para o duelo diante do líder do Campeonato Brasileiro. Isso porque o camisa 3 sofreu uma fratura na clavícula e desfalcará a Raposa por período indeterminado. Nesta terça, ele nem sequer esteve na Toca II.
Além da possibilidade do retorno de Dedé, as opções do treinador para o setor são os jovens Fabrício Bruno e Cacá, que ganharam oportunidades nos primeiros jogos do Cruzeiro sob o comando de Ceni. Outra alternativa do treinador é Edu, já promovido ao elenco profissional, mas que serve o time sub-20 com alguma frequência.
Na segunda etapa do treinamento, depois do aquecimento, Rogério Ceni comandou uma atividade de um contra um, testando a finalização dos jogadores. Tudo foi observado com atenção pelo vice-presidente de futebol do clube, Itair Machado, que voltou a acompanhar os trabalhos na beira do campo.

Rodriguinho

Ao lado do lateral-esquerdo Weverton, Rodriguinho participou do aquecimento com os demais jogadores e depois seguiu para a academia do CT. Ele já havia iniciado trabalhos de preparação física, mas ainda é dúvida para a partida diante do Flamengo. Segue no clube a expectativa para que ele tenha condições, pelo menos, de ficar no banco de reservas.

O último jogo de Rodriguinho pelo Cruzeiro foi em 26 de maio, quando a equipe foi derrotada por 2 a 1 pela Chapecoense. O meia precisou passar por uma cirurgia na região lombar em julho. Já o jovem Weverton ficou no departamento médico por cerca de um mês em função de um edema na coxa direita.

Na 17ª colocação do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro medirá forças com os cariocas de olho na possibilidade de deixar a zona de rebaixamento. Para isso, precisa vencer seu adversário e torcer contra o Fluminense, que duela com o Goiás, no domingo, às 19h, no Serra Dourada.
Da redação:superesportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.