Sonhando com o G4, América se prepara para duelos seguidos contra equipes que brigam pelo acesso

Sport, Coritiba e CRB são três dos próximos quatro rivais do Coelho na Série B

Invicto há dez jogos, o América saiu da zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro e, agora, no meio da tabela, começa a flertar com o sonho do acessoNas próximas quatro rodadas, o time do técnico Felipe Conceição tem uma sequência que pode ser decisiva na briga pela Série A. O Coelho enfrenta SportCoritiba CRB, dois deles fora de casa. Na visão do volante Juninho o aproveitamento do time nas partidas pode dar uma espécie de “prévia” dos rumos do América na Segundona.

A sequência vai dizer muito sobre o que o América quer no campeonato. A concentração é total. Dos cinco próximos jogos, três times estão à frente. Se conquistarmos alguns pontos, vamos nos aproximar das equipes da parte de cima”, avalia

Sem descanso

Em 11° na tabela, com 29 pontos, o América está a uma vitória e um empate do primeiro clube do G4, o Coritiba. Na próxima terça, o alviverde visita o Sport, às 21h30, pela 23° rodada. Com 35 pontos, o Leão da Ilha ocupa a 3° colocação.

Quatro dias depois, o América volta a Belo Horizonte para encarar o Brasil de Pelotas — em 13°, com 29 pontos. No dia 28, contudo, os americanos viajam ao Paraná para encarar o Coxa.

CRB é o desafio final da sequência. O jogo contra o Galo alagoano é no Horto, em 3 de outubro. Com 33 pontos, os alvirrubros estão em .

“A tabela, por si só, mostra que podemos, sim, conquistar o objetivo traçado no início do ano. Saímos do último lugar e, hoje, estamos no meio da tabela, mas não conquistamos nada. Para conquistar, temos que fazer mais ainda. Precisamos conquistar pontos perdidos no primeiro turno. Temos uma sequência forte, mas estamos no caminho certo”, opina Juninho.

Papo com o presidente

Presidente do América, Marcos Salum esteve presente ao treino deste sábado, no CT Lanna Drumond. O mandatário conversou com jogadores e comissão técnica sobre a reação da equipe na Série B.

Para Juninho, receber o apoio de Salum é fundamental, sobretudo, para auxiliar o América a dar continuidade ao bom momento.

“Ele veio nos dar apoio e falar que, mais uma vez, a gente está junto, da mesma forma que quando estávamos em uma situação complicada. Todo mundo está remando no mesmo barco, acertando alguns detalhes para que todos estejam com o mesmo pensamento. A palavra do presidente tem bastante peso para nós“.

Da redação:superesportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.