Em jogo de sete gols, Róger Guedes comanda goleada do Atlético, que sobe para 2º

Time alvinegro saiu atrás contra o Fluminense, mas conseguiu recuperação

Em um jogao movimentado na tarde deste domingo, o Atlético saiu atrás, mas conseguiu a recuperação contra o Fluminense. A vitória por 5 a 2, no Independência, leva o time alvinegro à segunda colocação do Campeonato Brasileiro. O duelo valeu pela 11ª rodada da competição.

O primeiro tempo teve quatro gols. Gilberto, de cabeça, abriu o placar para os visitantes. Leonardo Silva e Róger Guedes viraram para o Atlético. No finalzinho, Pedro aproveitou falha de Patric para empatar mais uma vez.

Na segunda etapa, o argentino Tomás Andrade – que havia marcado pela primeira vez na carreira nessa quinta-feira, na vitória por 3 a 1 sobre o América – desempatou. Aos 41′, Ricardo Oliveira cobrou falta com precisão marcou. No finalzinho, Róger Guedes fez um golaço e deu números finais ao jogo.

Com o resultado, o Atlético chega à segunda colocação, com 20 pontos ganhos – cinco a mais que o Fluminense. O time carioca, por sua vez, termina a rodada em 12º
Atlético e Fluminense voltam a campo na noite desta quarta-feira, pela 12ª rodada – a última antes da pausa para a Copa do Mundo. A partir das 21h45, o time mineiro recebe o Ceará, no Independência. Os cariocas jogam mais cedo, às 19h, no Maracanã, contra o Santos. O Campeonato Brasileiro voltará apenas em 18 de julho, três dias após a final do Mundial da Rússia.
Primeiro tempo agitado

A ordem era pressionar e tentar o gol logo no começo. E o Atlético quase conseguiu já na primeira oportunidade. Aos 2’, Ricardo Oliveira completou cruzamento de Róger Guedes, mas foi parado por bela defesa de Júlio César, no chão. O time alvinegro tinha intensidade e conseguia criar chances em velocidade.

Armado com três zagueiros, o Fluminense esperava. Conforme previsto pela comissão técnica do Atlético, o time de Abel Braga se defendia e tentava armar contragolpes. Gilberto, por um lado, e Ayrton Lucas, pelo outro, tentavam com frequência acionar o centroavante Pedro em cruzamentos na área.
E foi justamente numa jogada desse tipo que o time visitante abriu o placar. Aos 28’, os papéis se inverteram. Ao invés de cruzar, o lateral-direito Gilberto, meio sem jeito, completou cobrança de escanteio para o fundo das redes.
O Atlético deu o troco pouco tempo depois, aos 34’. De cabeça, Leonardo Silva desviou escanteio cobrado por Cazares e acertou a trave. Na sequência do lance, a bola sobrou novamente para o zagueiro, que recebeu de frente para Júlio César, após passe de Patric. Desta vez, o capitão não perdoou e finalizou, de perna direita, para as redes: 1 a 1.
Leo Silva, no entanto, foi do ‘céu’ ao ‘inferno’ em menos de dez minutos. Após marcar aos 34’, o zagueiro sentiu dores na coxa direita aos 43’ e precisou ser substituído por Bremer. Os instantes que faltavam para o fim do primeiro tempo foram agitados. Aos 45’, Róger Guedes recebeu na esquerda, limpou o zagueiro e finalizou de direita, no alto, para virar. Momentos depois, aos 47’, Pedro aproveitou falha de Patric e completou cruzamento de Richard para as redes.
Precisão alvinegra
O jogo voltou em alta velocidade, assim como terminou o primeiro tempo. O Atlético tentava criar, mas não conseguia ser tão incisivo como na etapa inicial. Pedro, aos 3’, quase fez um golaço de voleio. Livre, o atacante finalizou para fora.
Titular no lugar de Luan, preservado por conta de desgaste muscular, Tomás Andrade chamou a responsabilidade. Aos 12’, o meia fez boa jogada pela direita, puxou para a canhota e finalizou na trave. A bola ainda bateu nas costas do goleiro Júlio César, mas não entrou. Apenas seis minutos depois, o argentino acertou belo chute de direita e desempatou: 3 a 2.
Atrás no marcador, o Fluminense precisou propor o jogo. Abel Braga, então, promoveu a entrada de Sornoza no lugar de Gilberto. Pedro teve mais uma chance, mas não conseguiu empatar.
A bola, que havia ficado por mais tempo com o Atlético, agora era do Fluminense. Armado para o contra-ataque, o time alvinegro se fechava lá atrás. E deu certo. Aos 41′, Ricardo Oliveira fez um belo gol de falta para matar o confronto. Já nos acréscimos, Róger Guedes mostrou frieza e marcou um golaço. Vitória por 5 a 2 garantida e melhora na classificação do Campeonato Brasileiro.
ATLÉTICO 5 X 2 FLUMINENSE
Atlético
Victor; Patric, Leonardo Silva (Bremer, aos 43’ do 1ºT), Gabriel e Fábio Santos; Adilson; Tomás Andrade, Gustavo Blanco (Elias, aos 39’ do 2ºT), Cazares (Luan, aos 14’ do 2ºT) e Róger Guedes; Ricardo Oliveira
Técnico: Kaio Fonseca
Fluminense
Júlio César; Nathan, Ibañez e Luan Peres; Gilberto (Sornoza, aos 25’ do 2ºT), Jadson, Richard, Douglas e Ayrton Lucas (João Carlos, aos 33′ do 2ºT); Matheus Alessandro (Pablo Dyego, no intervalo) e Pedro
Técnico: Abel Braga
Gols: Leonardo Silva, aos 34’, Róger Guedes, aos 45’ do 1ºT, Tomás Andrade, aos 18’, Ricardo Oliveira, aos 41′, e Róger Guedes, aos 48′ do 2ºT (ATL); Gilberto, aos 28’, e Pedro, aos 47’ do 1ºT (FLU)
Cartões amarelos: Gustavo Blanco, aos 16’, e Róger Guedes, aos 48′ do 2ºT (ATL); Matheus Alessandro, aos 36’ do 1ºT, e Ibañez, aos 8’ do 2ºT (FLU)
Motivo: 11ª rodada do Campeonato Brasileiro
Estádio: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data e horário: domingo, 10 de junho de 2018, às 16h
Público: 14.476 torcedores
Renda: R$ 246.095,00
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (CBF/SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (CBF/SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (FIFA/SP)
Quarto árbitro: Alberto Poletto Masseira (CBF/SP)
Assistentes adicionais: Márcio Henrique de Gois (CBF/SP) e José Cláudio Rocha Filho (CBF/SP)
Da redação:superesportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm