Após parada, Cruzeiro e Atlético voltam à ativa com clássico no Mineirão pela Copa do Brasil

Rivais mineiros se enfrentam nesta quinta-feira, às 20h, no Mineirão

Depois de um período sem jogos oficiais em função da Copa América no Brasil, Cruzeiro e Atlético retornam aos gramados do Mineirão nesta quinta-feira, às 20h, já em um clássico mineiro pelas quartas de final da Copa do Brasil. Enquanto a Raposa, mandante da noite, luta para voltar a vencer – são nove jogos sem triunfos – e abafar os escândalos fora de campo, o Galo tenta provar o bom momento na temporada sob o comando de Rodrigo Santana, que terá o primeiro compromisso como técnico efetivado.
Os arquirrivais mineiros iniciam a disputa nesta quinta, mas só decidem o classificado na próxima semana. O jogo de volta está marcado para o dia 17 de julho, no Independência. Se para o duelo desta quarta mais de 50 mil torcedores já garantiram presença no Gigante da Pampulha, para o duelo de volta, no Horto, a carga de bilhetes está praticamente esgotada – 20.567 tíquetes foram comercializados antecipadamente. Os números mostram a empolgação das torcidas para a reedição do clássico mineiro pela Copa do Brasil.
Cruzeiro
Vivendo sua mais severa crise administrativa da história, o Cruzeiro entra em campo nesta quinta-feira com objetivo de também contornar os problemas que vive dentro de campo. Apesar de ter conquistado vaga nas quartas de final da Copa do Brasil ao empatar dois jogos com o Fluminense e vencer nos pênaltis, o último triunfo da equipe de Mano Menezes foi há quase três meses. Em 5 de maio, a Raposa bateu o Goiás por 2 a 1, em jogo pela 3ª rodada do Campeonato Brasileiro.
No período de intertemporada, durante a paralisação para a Copa América, o time celeste enfrentou dois jogos-treinos. No primeiro deles, contra o América, foi derrotado por 2 a 1. Já no segundo, no último dia 6, a equipe bateu o Inter de Minas por 2 a 0. Ambos os compromissos foram realizados na Toca da Raposa II.
Diante da série de problemas extracampo, Mano Menezes garantiu que nada influenciará no desempenho do time. Horas após a declaração do treinador, no entanto, a Justiça determinou o afastamento imediato de Itair Machado, vice-presidente de futebol do Cruzeiro. Ao lado de outros dirigentes, ele foi alvo da operação Primeiro Tempo, da Polícia Civil, que realizou 16 mandados de busca e apreensão em Belo Horizonte nessa terça-feira.
Nós somos o Cruzeiro. Nós é que temos de ir para dentro de campo e mostrar a capacidade e a grandeza desse grupo, que vem conquistando títulos juntos. Não temos problemas de salário, não temos problemas de nada. O Cruzeiro estará forte na disputa contra o Atlético nas quartas de final. O resto tudo é paralelo”, garantiu Mano Menezes nessa quarta.
O treinador terá quase todo elenco à disposição nesta quinta-feira. As ausências são os laterais-direitos Luis Orejuela, entregue à preparação física; Edilson, em recuperação de lesão muscular, e o meia Rodriguinho, que passará por cirurgia na região lombar. No período sem jogos, o Cruzeiro perdeu o atacante Raniel, negociado com o São Paulo; Murilo, vendido ao Lokomotiv Moscou, da Rússia, e Lucas Silva, que retornou ao Real Madrid.

“A retomada de uma produção ela passa por várias etapas. Dentro dessas etapas, temos conversas, treinos e muito trabalho. Mas você realmente vai ver quando os jogos voltarem a acontecer, jogos como esse que temos diante do Atlético. Trabalhamos bem, tentamos corrigir aquilo que acreditamos que sejam nossos problemas principais e não perder as virtudes que tínhamos até aqui. É o caminho do trabalho. É arduo, mas só nós podemos fazer”, complementou Mano.

Atlético
Enquanto o arquirrival vive crise dentro e fora dos gramados, o Atlético chega para o clássico em astral elevado. Embalado pelas classificações na Copa do Brasil e na Copa Sul-Americana e pela boa campanha no Campeonato Brasileiro,  o alvinegro busca garantir, no Mineirão, a vantagem para o jogo da volta, que acontecerá no Independência.
Para isso, o técnico Rodrigo Santana, efetivado pela diretoria durante a pausa para a Copa América, utiliza a base da equipe que conquistou bons resultados na reta final do primeiro semestre. Em relação ao time que empatou com o São Paulo, no último jogo oficial realizado pelo Atlético, apenas uma mudança: Zé Welison ganha a vaga de Adilson. O ex-titular não participou dos últimos treinos por causa de problemas particulares.
Durante o período de intertemporada, o Atlético fez dois jogos-treinos: derrota por 3 a 1 para o América com a equipe titular e empate dos reservas com o Coimbra por 2 a 2. O resultado do clássico realizado na Cidade do Galo incomodou os jogadores alvinegros, como revelou Patric, na última segunda-feira.
“Foi um jogo-treino que não foi do jeito que gostaríamos. Tivemos algumas dificuldades, o América suportou bem. Perdemos esse jogo-treino. Posso dizer que a gente já sentiu para caramba perderFoi bom que machucou. Já conversamos, já trocamos mensagem. Estamos na semana do clássico. Agora, é pensar nas competições que temos e colocar em prática o que conseguimos na intertemporada”, disse o lateral-direito.
A expectativa é de que o clássico deixe os torcedores mineiros vidrados no duelo no Gigante da Pampulha. Por isso, além de tática e técnica, a parte mental vai ser fundamental para buscar a vitória no confronto. E os jogadores estão prontos para o grande jogo desta quinta-feira.
Acho que a gente precisa ganhar primeiramente aqui (aponta para a cabeça). É o primeiro passo. Clássico é bom, é gostoso de jogar. Em clássico, a gente vive algo diferente. Você consegue visualizar no olhar, na expressão. Todo mundo se prepara muito, todo mundo se doa muito. As duas equipes procuram errar o menos possível, não dar chances (ao adversário). Convivi com isso. As oportunidades nos clássicos são diferentes, um clássico te projeta a lugares muito maiores do que você pensa. São duas grandes equipes, e o Galo vai muito concentrado, comprometido com aquilo que está sendo proposto. A gente precisa ter muita disciplina, muito foco, muita entrega”, concluiu.
CRUZEIRO X ATLÉTICO
Cruzeiro
Fábio; Lucas Romero, Dedé, Leo e Egídio; Henrique e Ariel Cabral; Robinho, Thiago Neves e Marquinhos Gabriel; Fred. Técnico: Mano Menezes
Atlético
Victor; Patric, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos; Zé Welison; Elias, Luan, Cazares e Chará; Alerrandro. Técnico: Rodrigo Santana
Motivo: jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data e horário: 11 de julho de 2019 (quinta-feira), às 20h
Árbitro: Raphael Claus (Fifa/SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa/SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa/SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Da redação:superesportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm