Sem Dedé, Mano avalia critérios para definir zaga do Cruzeiro na Copa Libertadores

Técnico escolherá Murilo ou Fabrício Bruno para jogo contra o Huracán

Por causa da expulsão no empate por 1 a 1 com o Boca Juniors, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa Libertadores de 2018, no Mineirão, o zagueiro Dedé desfalcará o Cruzeiro na primeira rodada do Grupo B da edição de 2019 do torneio continental. O técnico Mano Menezes escolherá Murilo ou Fabrício Bruno para fazer dupla com Leo na partida contra o Huracán, dia 7 de março (quinta-feira), às 19h, no estádio El Palacio, em Buenos Aires, na Argentina.

Segundo Mano Menezes, Murilo sai na frente por estar há mais tempo no grupo cruzeirense e ter participado de partidas importantes, como ocorreu nas últimas fases da Copa do Brasil de 2017, quando atuou ao lado de Leo e teve boas atuações na campanha do título. Entretanto, o treinador pode repensar a opção, principalmente por considerar o Huracán perigoso na bola aérea. Nesse caso, Fabrício Bruno, de 1,92m – mesma estatura de Dedé -, estaria em vantagem (Murilo mede 1,88m).

“O Murilo larga na frente pelo histórico que tem conosco em termos de confiança. Já jogou em muitos jogos importantes, foi campeão da Copa do Brasil (em 2017) fazendo dupla com Leo (…). Mas isso não quer dizer que quem larga na frente, chega na frente. Futebol não é só largada, é chegada”, afirmou Mano.
“Vamos ver, vamos analisar bola aérea, jogaremos contra uma equipe que tem uma bola aérea muito boa, já começamos a estudar. Às vezes a característica de um se adequa mais a uma situação específica daquele jogo. Então podemos ter alguma decisão um pouquinho diferente lá no final. Vamos chegar lá bem”, acrescentou o comandante.

Murilo e Fabrício Bruno jogaram juntos na base do Cruzeiro. Em 2016, eles formaram a zaga do time que chegou às semifinais da Copa São Paulo de Futebol  Júnior (derrota de virada para o Corinthians, por 2 a 1). No time profissional, ainda não fizeram parceria. Em 2019, Murilo atuou em três partidas (duas como titular), enquanto Fabrício participou de um jogo na condição de suplente.

No Huracán, os principais jogadores do setor ofensivo com qualidade na bola aérea são Lucas Barrios, ex-Palmeiras e Grêmio, que mede 1,87m, e Andrés Chávez, ex-São Paulo, com 1,84m. Pelo Campeonato Argentino, El Globo faz boa campanha: está em quinto lugar, com 32 pontos em 19 rodadas (oito vitórias, oito empates e três derrotas).

Da redação:superesportes

Em dia de folga no Cruzeiro, Thiago Neves faz trabalho de recuperação na Toca da Raposa II

Meio-campista trata lesão na panturrilha direita desde o último dia 9

A segunda-feira foi de folga para a maioria do elenco do Cruzeiro, mas não para Thiago Neves. Ausente no empate por 1 a 1 com o América, nesse domingo, no Independência, o meia aproveitou o dia para dar andamento ao trabalho de recuperação na Toca II. O camisa 10 está no departamento médico desde 9 de fevereiro, quando sofreu uma lesão na panturrilha direita durante uma atividade no CT.

No Instagram, ele publicou uma imagem chegado à Toca II e dando ‘bom dia’ aos seguidores.

Na data da lesão, o Cruzeiro informou que o quadro não era grave, mas que Thiago passaria por um tratamento mais conservador. Em função disso, ele ainda deverá desfalcar o time celeste nos próximos compromissos. Não há uma previsão de retorno aos gramados, mas a expectativa é que o camisa 10 fique à disposição de Mano Menezes para a estreia do time na Copa Libertadores, em 7 de março, contra o Huracán, na Argentina.
Durante os trabalhos de pré-temporada, Thiago já havia machucado a panturrilha direita, problema que o deixou de fora de dois jogos-treino e das duas primeiras rodadas do Campeonato Mineiro. O departamento médico celeste garantiu que a lesão atual não tem relação com a enfermidade anterior.
Enquanto não tem Thiago Neves, Mano Menezes aproveita para dar ritmo de jogo ao meia Rodriguinho, contratado em meados do mês passado. O jogador foi titular nos últimos três jogos: vitórias por 3 a 0 sobre Villa Nova e Tupynambás e empate por 0 a 0 com o América.
Foto: Web

Foto: Web

Autor de golaço na Libertadores, artilheiro do Defensor é velho conhecido de zagueiro do Atlético

Igor Rabello jogou ao lado de Álvaro Navarro no Botafogo na temporada 2015

De cara, os cabelos grisalhos chamam atenção de quem assiste a jogos do Defensor-URU. Mas não é apenas pela aparência que Álvaro Navarro é notado. O centroavante de 34 anos é um dos principais perigos ofensivos do rival do Atlético na terceira fase da Copa Libertadores. Como pará-lo? Nada melhor que perguntar a quem o conhece bem.

O zagueiro Igor Rabello foi companheiro de Navarro nos tempos de Botafogo. E o jogador uruguaio foi lembrado quando o defensor do Atlético analisava o sistema ofensivo do Defensor. “Sabemos como são os times do Uruguai. São times competitivos. Sabemos que a equipe do Defensor gosta muito do jogo aéreo. Tem um jogador que conheço, que é o Navarro, na frente, que jogou no Botafogo. Então, a gente está treinando para desempenhar o melhor futebol”, avaliou.
Com 1,86m, Navarro é uma das opções de jogo aéreo do Defensor. Ele foi anunciado como reforço do Botafogo em 16 de julho de 2015. A saída foi em dezembro da mesma temporada por falta de acordo por renovação contratual com a diretoria alvinegra. Apesar do pouco tempo de casa, o atacante deixou saudades. Marcou nove gols em apenas 15 partidas e foi o artilheiro da equipe na campanha do título da Série B.
 
Destaque na Libertadores
E Igor Rabello tem razão ao citar Navarro como um dos principais jogadores do time uruguaio. Dos pés dele saíram dois dos sete gols do Danubio em quatro partidas nesta edição da Copa Libertadores. O mais bonito certamente foi na derrota por 2 a 1 (que nos tribunais se tornou em vitória por 3 a 0 em função da escalação irregular do volante Sebastián Pérez) para o Barcelona de Guayaquil-EQU.
Navarro foi formado nas categorias de base do Defensor. De lá, partiu para o futebol da Argentina, onde defendeu Gimnasia-ARG e Godoy Cruz-ARG. Retornou ao clube que o revelou para, pouco tempo depois, jogar no Cobresal-CHI. Rodou ainda por Olmedo-EQU, Botafogo e Puebla-MEX antes de voltar ao rival do Atlético.
O duelo de ida da terceira fase da Copa Libertadores está marcado para 21h30 desta quarta-feira, no estádio Luis Franzini, em Montevidéu, a capital uruguaia. A volta será na quarta-feira seguinte, 27 de fevereiro, no mesmo horário, em Belo Horizonte. A equipe que avançar disputará o grupo E, que conta com Nacional-URU, Cerro Porteño-PAR e Zamora-VEN.
Da redação:superesportes

 

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm